Descubra a nossa NOVA Plataforma Kwanko aqui

A afiliação é para si?

HOME / ACADEMY / Affiliate Marketing

Artigo anterior Anterior

Artigo seguinte Próximo

A afiliação é para si?
A afiliação é para si?
A afiliação é para si?
A afiliação é para si?
A afiliação é para si?
25

Jul
2019

Pague apenas pelo resultado. Esta é a promessa aparentemente aliciante da afiliação.

Esta técnica de marketing de desempenho existe há muito tempo. O objetivo é conectar comerciantes Online criadores de conteúdo (ou editores), a fim de divulgar produtos, serviços e ofertas especiais a uma comunidade específica.

Trata-se de uma abordagem em que todos saem a ganhar e que limita os riscos para os anunciantes, mas não sem investimento. Na verdade, tem de encontrar os afiliados corretos, criar campanhas adequadas, criar materiais promocionais úteis e desenvolver uma relação de confiança a longo prazo. Então, a afiliação é para si? Analisemos esta questão em conjunto.

Sim, caso efetue vendas online

Quer esteja num mercado B2B ou B2C, a afiliação é um modelo que pode ser aplicado. No entanto, os editores e a estratégia serão necessariamente diferentes. Com o seu ciclo de vendas mais longo, o B2B dependerá principalmente da afiliação para gerar novos prospects, enquanto o B2C dependerá mais da conversão.

A chave do sucesso é, obviamente, poder vender online ou, pelo menos, garantir uma parte significativa da sua promoção online. Não há receitas mínimas para se lançar. No entanto, lembre-se de que os afiliados recebem comissão. Como tal, será mais fácil transmitir uma oferta “fácil de vender”, como um software para o público em geral ou um produto de grande consumo, do que um software de configuração complexa.

Sim, se os seus objetivos estiverem claramente definidos

Para ter sucesso no mundo da afiliação, precisa de uma oferta clara. Ou seja, um catálogo simples, com produtos bem definidos e atualizados regularmente. Além disso, não se esqueça de escolher um modelo de remuneração transparente para os seus afiliados (valor ou percentagem, tipo de CPA, modalidades de pagamento, prazo, etc.).

 

Cada produto deve ser objeto de uma campanha específica com objetivos de venda e ferramentas adequadas (página de destino, kit de email, argumento de vendas, etc.). Quanto mais o seu objetivo for partilhado e compreensível com os seus afiliados, mais eficaz será a sua campanha.

Não, se a sua visibilidade for insuficiente

Para que a abordagem seja viável, é necessário que tenha uma notoriedade mínima. Caso contrário, o afiliado não desejará necessariamente passar muito tempo a transmitir e a promover as ofertas que ninguém conhece. Para ele é também uma questão simples de retorno do investimento. Mesmo para os afiliados, a concorrência é difícil e eles devem garantir a divulgação de ofertas relevantes, caso contrário correm o risco de alienar uma parte da sua comunidade.

 

No entanto, para isso, não precisa de se chamar Amazon ou Apple. Uma loja local com um Website de vendas online com uma sólida reputação é suficiente. Mas, se acabou de criar a sua empresa, pode ser necessário trabalhar primeiro a sua imagem e o seu posicionamento. Depois, quando o boca-a-boca começar a funcionar, a afiliação vai acelerá-lo bastante.

Sim, se apostar na complementaridade das ferramentas de marketing

Se a afiliação funcionar bem, será ainda melhor como parte de um portefólio de ferramentas. Em termos simples: desenvolva outras técnicas de afiliação para ser ainda mais eficaz. É o caso, por exemplo, do marketing por email, do marketing de influência, da publicidade online, de uma presença sustentada nas redes sociais, eventos, etc.

A afiliação deve fazer parte de um ecossistema existente, pois extrai a sua força das múltiplas interações omnicanais já existentes. Com as ferramentas adequadas, será possível acompanhar as conversões de um terminal para outro para entender e otimizar melhor o percurso do cliente entre dispositivos.

Sim, se os seus valores forem claros e assumidos

Um afiliado não é obrigado a trabalhar consigo. E, tendo em conta o contexto de responsabilização social e ambiental, a sua marca deve defender os valores partilhados pelos seus afiliados. A sua relação de confiança só pode ser construída com base no interesse que os afiliados terão na sua marca ou nos seus produtos. Se este último não se enquadrar no seu quadro de referência, tal será difícil.

Trabalhar com afiliados não é uma relação clássica cliente-fornecedor. Trata-se de uma parceria de confiança e a longo prazo. Por isso, terá de encontrar as palavras e os valores certos para convencer os melhores afiliados a trabalhar consigo.

Se a afiliação for indicada para si, não se lance precipitadamente à procura de afiliados. Isso pode ser uma perda de tempo e de recursos, pois a curva de aprendizagem pode ser muito acentuada caso esteja sozinho. Em vez disso, considere consultar as agências e profissionais que dominam o mercado da afiliação e que podem representá-lo para encontrar os afiliados certos para si.

Compartilhe este artigo