Descubra a nossa NOVA Plataforma Kwanko aqui

6 Mitos Sobre Publicitar durante as Férias de Verão

HOME / ACADEMY /

Artigo anterior Anterior

Artigo seguinte Próximo

21

Ago
2018

Isto parece loucura, mas alguma vez pensou em fazer publicidade durante a época de férias de verão ? Pergunto isto porque em todo o mundo as marcas tendem a reduzir muito o seu investimento neste período de tempo.

Não me interprete mal, fazia sentido de muitas formas… há alguns anos!

Porque é que continua a manter esta velha tradição ATUALMENTE? Eis algumas razões porque continuou a fazer a mesma coisa e o que mudou entretanto.

1. “As pessoas não têm disposição para compras durante a época de férias de verão”

Bem, quanto a esta questão, basta… perguntar ao Google. De acordo com o Google, com base em quantidades enormes de dados recolhidas continuamente, mais de 50% dos consumidores estão dispostos a comprar algo a novos retalhistas. Acho isto impressionante. Você não?

É ainda mais interessante se notar que não há muitas marcas a fazer publicidade durante a época de férias de verão. Caso ainda não tenha notado, isto representa uma ótima oportunidade para conseguir clientes novos.

E se operar na categoria da Saúde, Dieta ou Fitness, a sua sorte ainda é melhor. Aparentemente, 44% dos consumidores compraram algo desta categoria no verão. Surpreendido?

2. “Não são fáceis de encontrar neste período”

O engraçado sobre o digital é que não é físico. Pode viajar, relaxar na praia ou sair com amigos e continuar ligado. Especialmente porque nos tornámos escravos desses terríveis dispositivos chamados smartphones.

Mesmo em férias, levamo-los para todo o lado. E que fazemos com eles? Verificamos as notificações nas redes sociais, os feeds, os emails (pelo menos os pessoais) e somos impactados por marcas apelativas enquanto navegamos. A sua marca está presente neste momento ou é a concorrência?

Usar o Smartphone durante a Época de Férias de Verão

E o que torna os smartphones tão bons para publicidade digital é que mostram onde a sua audiência se encontra. Pode personalizar a sua publicidade consoante o local onde se encontra.

3. “As campanhas B2B não funcionam na Época de Férias de Verão”

Pode dizer-me quantos dias de férias tira seguidos num ano? Arriscaria afirmar que não são mais de 10 a 15 dias, certo? E é nessa altura que está realmente com foco em tirar algum tempo de descanso. Isto passa-se com muita gente. Em alguns países, estes números são mesmo considerados chocantes.

Então, porque é que faz uma pausa de um mês inteiro ou mais no seu investimento em anúncios?

Se segmentar devidamente a sua publicidade e dirigi-la ao público certo, serão impactados pela sua marca. Não interessa se é época de férias de verão ou não. São as pessoas certas e estão a tomar as decisões certas durante ou depois do tempo de descanso.

4. “A nossa Equipa de Marketing tem demasiadas pessoas de Férias “

Poderia ser esse o caso; contudo, mesmo que seja um one-man(or woman)-show pode automatizar a maioria das tarefas. Há tantas soluções para continuar com toda a informação, para um snapshot dos resultados e para programar quase tudo.

Já ouviu a frase ganhar dinheiro enquanto dorme? Pode ser o caso.

Convenhamos. Se tiver o auxílio de uma agência, teria uma equipa pronta para tratar da sua publicidade. Se não tiver uma agência, pode mesmo assim programar o seu investimento em anúncios com base nos resultados anteriores com um investimento maximo e mínimo por dia/semana.

Se a sua pipeline de conversão não estiver disponível para fornecer o cumprimento da conversão, é melhor fechar toda a empresa por esse período. Mas, novamente, estaríamos a falar de 15 dias, no máximo, certo?

Permita-me dar-lhe uma sugestão: Contacte a nossa equipa e deixe-os trabalhar para si neste verão. 😉

Pode ir de férias totalmente sem stress pois tem uma equipa completa de profissionais de marketing de performance para fornecer os resultados que definir à partida.

Viajar na Época de Férias de Verão bem informado

5. “É difícil ter alguém que distribua as nossas campanhas, pois também estão de férias”

Poderia ser o caso se tratar estas campanhas diretamente com Publishers e alguns estiverem de férias, o que parece estranho dado que cada publisher precisa de continuar a alimentar o seu público. Mesmo no verão. No entanto, se usasse uma network de Publishers como a Kwanko não seria esse o caso.

Mas, parta-se do princípio que a maioria está de férias nesta altura. Ninguém irá dizer que não a mais investimento no seu canal. Tal como na sugestão anterior, podem também programar estas campanhas para serem executadas nesse período. Algumas das campanhas que executamos na Kwanko são programadas previamente e temos gestores de conta dedicados em cada Publisher para o caso de algo correr mal. Pode dar-se o caso de os Gremlins existirem. Não sabemos.

6. “É cedo para planear campanhas de regresso às aulas”

De acordo com o Google, existem cerca de 40% de pesquisas para esse tópico através do telemóvel no verão. Surpreendido? Bom, se tiver filhos isto não é assim tão surpreendente.

Se tiver algo relacionado com este interesse, pode usufruir deste período para divulgar a sua marca. Avance e mantenha-se bem presente na mente dos seus clientes recorrendo a campanhas de publicidade bem preparadas.

Do mesmo modo, de acordo com este outro estudo, 77% das pessoas planeia começar as compras pelo menos 3 semanas antes do início das aulas. Ainda não está convencido sobre a necessidade de criar uma ligação prévia?

Concluindo

Se se mantiver fiel à tradição, irá perder e muito no que toca a conseguir receitas extra para o seu negócio. As pessoas continuam por aí no verão. Talvez algumas estejam na praia ou a viajar, mas continuam a viver e pode continuar a contactá-las de muitas formas diferentes.

Mesmo que se sinta com alguma insegurança sobre o assunto, contacte a nossa equipa e veja todas as soluções que podemos fornecer-lhe. Receba apoio de profissionais que fazem isto há muitos anos. Sim, mesmo antes de você ter decidido que poderia ser boa ideia manter-se na mente dos seus clientes também no verão.

Compartilhe este artigo