Descubra a nossa NOVA Plataforma Kwanko aqui

Um artigo de blog, uma imagem, um link… e já está! O marketing de performance é fácil, em última análise! A sério? No entanto, se tudo fosse assim tão simples, sabê-lo-íamos. Na verdade, trabalhar uma marca ou desenvolver uma oferta com o objetivo de lead generation ou de conversão de prospects em clientes requer, muitas vezes, conhecimentos especializados. Do conhecimento do mercado à gestão de campanhas, passando pela tecnologia utilizada, o marketing de performance é, acima de tudo, o dos especialistas que podem acompanhar os anunciantes e os editores para fazer as escolhas certas no momento certo.

Então, por que motivo recorrer a especialistas em marketing de performance? Há, pelo menos, cinco motivos.

Por causa de uma equipa humana e disponível

No ambiente digital no qual as marcas evoluem, tudo é feito através da Web e, muitas vezes, sem intermediários. É simples, rápido e direto. E é, sobretudo, a melhor forma de se enganar caso não domine as complexidades técnicas do marketing de performance!

Na verdade, nada substitui a atenção e os conselhos dos especialistas. É por isso que o marketing de performance é, acima de tudo, uma questão de confiança. Ter uma equipa à qual pode recorrer permite-lhe fazer perguntas e apresentar problemas complexos a que o Google não tem resposta.

Cada cliente tem um contacto único encarregado de representá-lo e de defender os seus interesses, sempre acessível, sem cair numa plataforma telefónica com sede no estrangeiro. Esta ligação com uma equipa humana e disponível pode fazer a diferença para responder rapidamente a todas as perguntas.

Por causa de recursos criativos facilmente acessíveis

As empresas não têm tempo, recursos ou energia para criarem um kit de email, um banner ou uma imagem em particular. Têm de recorrer a uma agência de publicidade ou a um designer, o porta-voz, aguardar o seu trabalho, gerir o projeto e antecipar os custos adicionais para a campanha.

Integrar o processo criativo no seio das competências nas áreas permite poupar muito tempo. Os designers conhecem o marketing de performance porque é a sua área. Dominam as limitações criativas e trabalham em estreita proximidade com especialistas que podem centralizar os pedidos e acompanhar o processo criativo. Internalizar um estúdio criativo é também uma solução ideal para clientes que não têm a experiência, ou a vontade, de gerir este trabalho com recursos de terceiros.

Por causa de uma abordagem de 360 graus

O marketing de performance é diferente: Afiliação, cashback, boas dicas, influência, emailing… Só os especialistas podem escolher as alavancas corretas consoante a estratégia a implementar, tanto para os anunciantes como para os editores. Cada cliente é único e cada alavanca funciona de modo diferente, consoante as questões levantadas. Em vez de procurar às cegas numa caixa de ferramentas, os especialistas em marketing de performance sabem exatamente para onde se devem virar consoante os objetivos a atingir.

Para escolher os anunciantes e os editores adequados

O especialista em marketing de performance é o responsável por interligar os anunciantes certos com os editores certos, e vice-versa. É um pouco o Tinder do marketing. No entanto, este trabalho requer um conhecimento aprofundado de ambas as partes para maximizar o retorno do investimento. Um trabalho que só pode ser efetuado por especialistas in-house que comunicam diariamente com ambas as partes.

O pequeno extra? A organização de eventos do tipo speed meeting para reunir fisicamente anunciantes e editores para partilharem as práticas recomendadas, para se conhecerem melhor e para desenvolverem a sua rede profissional.

Para beneficiar de tecnologias que evoluem rapidamente

Em termos de marketing de performance, tudo acontece muito rapidamente. As tecnologias vêm e vão com regularidade e os especialistas e as agências conseguem adaptar muito rapidamente o seu método de trabalho para que possa efetuar partilhas. Este trabalho de vigilância tecnológica contínua é difícil de implementar no seio de um serviço de marketing, pois mobiliza várias competências sobre tópicos especializados. Para otimizar as suas receitas e os seus objetivos, deve estar sempre um passo à frente. No entanto, geralmente há pouco tempo para encontrar os clientes certos ou as plataformas relevantes. É o momento de deixar trabalhar os especialistas!

Terceirizar o marketing de performance proporciona muitas vantagens para os anunciantes e os editores. Tal permite-lhe beneficiar dos melhores conselhos, reduzir os seus custos operacionais, concentrar-se no seu core business, maximizando as suas oportunidades para fazer as escolhas adequadas. Independentemente da dimensão da empresa ou da ambição do projeto, os especialistas em marketing sabem sempre como reagir. Contacte-os para obter ajuda para realizar os seus projetos, sejam eles quais forem!

O regresso às aulas é o momento ideal para rever a sua estratégia de marketing. Uma das soluções consiste em explorar novas ferramentas e ideias para elaborar um plano de ação pertinente. Num contexto económico em que a concorrência é cada vez maior, é essencial saber chegar às pessoas certas no momento certo através do canal certo. Propomos hoje 5 soluções fáceis para ativar o seu plano vencedor para um regresso às aulas de sucesso.

afiliação: uma alavanca com base no ROI

Com a afiliação, o anunciante trabalha com uma rede de publishers de modo a promover produtos e serviços comercializados online. Ao monetizar a sua audiência, o afiliado assume o papel de mediador entre a sua comunidade e a marca que o solicita. É a garantia de um tráfego premium qualificado, pois o anunciante paga apenas os cliques e/ou as compras efetivas. É o princípio do marketing de desempenho que garante um investimento eficaz com base no ROI.

Os afiliados assumem a forma de criadores de conteúdos (bloggers, youtubers, influenciadores, etc.), mas também os vemos nos comparadores de preços, nos sites de descontos e de cashback,  nas bases de dados para emailing. Graças à afiliação, você pode aumentar a sua taxa de nova compra, de conversão e de novos clientes.

Aumente a visibilidade da sua marca com a publicidade online

A publicidade display é uma alavanca de branding eficaz. Existem vários formatos consoante o tamanho e o local, que podem ir do simples banner à apresentação de sites. Para destacar-se num mercado concorrido, o display é uma boa prática para promover segurança e confiança. É uma estratégia que funciona tanto em desktop como em telemóvel, e que gere o tracking cross-device para acompanhar o percurso dos seus clientes em múltiplos canais simultaneamente.

A publicidade online também funciona através da publicidade nativa que utiliza os códigos e a linha editorial de outro site. O conteúdo é pertinente, personalizado, anti-Adblock e não intrusivo.

Mantenha contacto com o email marketing 

Apesar das aplicações, das redes sociais e dos serviços de correio privados, o e-mail continua a ser a maneira mais fácil e rápida para mantê-lo em contacto com os seus prospects e clientes.  Pode enviar informações personalizadas à sua base de dados consoante as suas ofertas atuais e inserir endereços de e-mail opt-in e dados desduplicados de parceiros.  O importante é cumprir as regras europeias do RGPD.

Todas as ações são rastreadas a partir de um e-mail (abertura, clique, localização, etc.). É também um sistema de desempenho, uma vez que o anunciante só paga pelas aberturas de e-mail.

Drive-to-store : gere tráfego para pontos de venda

Divulgue as suas lojas e os seus postos de venda graças à publicidade móvel! De facto, a maioria dos consumidores consulta no telemóvel a disponibilidade do produto desejado na loja mais próxima antes de deslocar-se. Portanto, é preciso investir no referenciamento local, nas aplicações móveis geolocalizadas e nas tecnologias capazes de aproximar os dados online e offline.

Entre as boas práticas do marketing drive-to-store, podemos destacar os SMS para enviar códigos promocionais às pessoas que estão na sua área de influência, ou a publicidade direcionada e geolocalizada nas redes sociais.

Marketing de influência

É uma alavanca de marketing que conecta anunciantes e influenciadores que tenham afinidade com uma marca ou um setor de atividade.  Cada influenciador pode partilhar informações com a sua comunidade para promover uma marca, um produto ou um universo. Devido ao excesso de codificação, as marcas dão carta-branca aos influenciadores para contribuírem com a sua criatividade para os códigos em vigor.

Consoante as informações partilhadas, podemos acompanhar e calcular o ROI das campanhas, o compromisso social, as partilhas, as novas subscrições, etc. Se o marketing de influência é comum em B2C, ele desenvolve-se também em B2B. As redes e as mensagens são diferentes, mas o princípio é o mesmo com consultores, investigadores, oradores, personalidades de economia e política, etc.

Um regresso às aulas eficaz no plano de marketing requer a ativação de uma variedade de alavancas que funcionam em sinergia umas com as outras. Entre branding, marketing de desempenho, geolocalização e influência, a convergência das abordagens permite reunir o melhor da tecnologia e da relação humana para uma experiência única com os clientes. Contacte-nos para obter mais informações ou confiar-nos o seu projeto para um regresso às aulas fantástico!

O Regresso às aulas é um período importante para muitas marcas. Após o repouso estival, é o momento em que os negócios aumentam e tudo regressa ao normal.  Para os comerciantes online, é o início da maratona que vai do Black Friday às compras de Natal e aos Saldos de inverno. O Regresso às aulas organiza-se antecipadamente. Se tomarmos como exemplo as grandes superfícies, as mochilas e os materiais escolares estão à venda desde julho.  Que a sazonalidade da sua atividade seja ou não importante, é hora de preparar o Regresso às aulas desde já!

Planeie o seu conteúdo e as suas campanhas com antecedência

Para destacar-se, é preciso estar pronto antes de todos. Em vez de fazer tudo a correr no final de agosto, convém planear o seu conteúdo para alimentar a sua estratégia de inbound marketing. Infografias, vídeos, artigos para blog, concursos, ofertas especiais, email marketing… é o momento ideal para preparar a primeira linha de frente e ter uma abordagem mais proativa que reativa. Para tal, existem boas práticas úteis a implementar:

Ficar atento aos seus concorrentes

Informação é poder. Quer seja nas redes sociais, nos blogs ou nas redes sociais profissionais, é preciso estar atento aos seus concorrentes para não ficar para trás. Existem poderosas ferramentas de business intelligence, tanto em B2B como em B2C, para ver o que fazem os concorrentes, conhecer as suas alavancas de comunicação e as iniciativas tomadas. Para orçamentos reduzidos, os alertas do Google também podem ser pertinentes, desde que bem filtrados com boas palavras-chave.

Atender às necessidades dos seus clientes.

Consoante o seu negócio e o seu mercado, é preciso ter uma abordagem personalizada e direta. Tomemos dois exemplos.

Em B2C, o Regresso às aulas pode ser um período financeiramente tenso: os consumidores gastaram muito nas férias, devem pagar impostos nas semanas seguintes e o isso implica muitas despesas. Portanto, é o momento de propor ofertas especiais: portes de envio gratuitos, devoluções e trocas facilitadas, códigos promocionais, etc.

Em B2B, é o período em que as empresas atualizam os seus planos estratégicos, analisam os orçamentos e adaptam as suas estratégias comerciais. Convém aguardar o bom momento para contactar (meados de setembro, por exemplo) e organizar webinários gratuitos e novo conteúdo atrativo (livros brancos, artigos para blog, etc.) para restabelecer contacto.

Criar um bom storytelling

O storytelling é a capacidade de transformar um ato simples (uma compra) numa experiência única, militante. É o que cria a conexão emocional com uma marca. Se o storytelling é a arte de contar histórias, estas devem ser pertinentes e personalizadas para atingir os seus clientes.

Valores da marca, operação de eventos, testemunhos de clientes, lançamentos de um novo produto… muitos são os eixos de comunicação para um bom storytelling de Regresso às aulas. Ainda pode utilizar a alavanca do newsjacking para transformar um acontecimento atual num pretexto de comunicação.

Lançar uma nova oferta

O Regresso às aulas também é símbolo de renovação. Não surpreende que seja o momento ideal para várias marcas apresentarem as suas novidades. Pensemos nos novos iphones, por exemplo. E se fosse o momento para inspirar-se?

Pode planear um evento de lançamento, quer online quer fisicamente, para apresentar uma nova oferta, a renovação de uma gama de produtos, uma nova funcionalidade, etc. Com uma campanha adaptada, é a ocasião para falarem de si.

Demarcar-se dos concorrentes no fim das férias é uma questão importante, mas só é possível com uma estratégia clara. Caso contrário, poderá permanecer no modo de ação em vez de ter uma abordagem proativa.  Para melhor gerir a pressão do curto prazo, existem muitas outras abordagens que podem ser trabalhadas para si o ano inteiro, como a afiliação, a automatização e o inbound marketing.

Contacte a nossa equipa de especialistas em gestão de campanha de desempenho para acompanhá-lo na sua estratégia no Regresso às aulas !

Os Saldos de verão representam um evento comercial obrigatório que lança a temporada de verão. No entanto, se as lojas estão frequentemente cheias, é necessário não negligenciar a venda online. Este é o momento de maximizar as suas receitas publicitárias online. Mas, como tornar lucrativos os seus espaços publicitários? Para otimizar as suas receitas publicitárias durante o período dos Saldos, há várias dicas e práticas recomendadas. Explicações.

Atualize o seu inventário do espaço publicitário

Se o número de visitantes for importante, o impacto das publicidades nas páginas é ainda mais importante. Alguns espaços podem ser menos visitados do que outros, menos lucrativos ou irrelevantes e podem afetar a experiência do utilizador. Sem mencionar que o comportamento dos utilizadores no local será diferente dos utilizadores da Internet. É por isso que é importante auditar e atualizar regularmente os seus espaços publicitários.

Também é uma oportunidade para testar opções que podem gerar novas parcerias com os anunciantes. Esse pode ser o caso dos vídeos nativos, banners personalizados, montagem do website, vídeos interativos de 360 ​​graus. Com opções diferentes para oferecer, pode afinar o seu inventário e oferecer uma abordagem ganha-ganha em termos de negócios.

Fidelize os seus visitantes

Quanto mais visitantes estiverem no seu website, melhor o impacto publicitário. Ou, às vezes, os seus visitantes não regressam e esquecem-se de si. Portanto, é estratégico criar oportunidades para diversificar o seu conteúdo de forma a trazê-los de volta. Isso envolve a criação de conteúdo novo, inovador e a criação de newsletters direcionadas tendo como base perfis específicos. A fidelização também pode ser alcançada através das redes sociais, da criação de concursos e da implementação de ofertas especiais.

Aposte numa boa experiência para o utilizador

Muitos publishers cometem o erro de aumentar as  receitas publicitárias simplesmente tornando a configuração do anúncio mais agressiva. Como resultado, bombardeiam os seus visitantes com anúncios adicionais. Sobrecarregar as páginas de publicidade é geralmente contraproducente. Cria latência na carga e uma experiência de utilizador pouco atraente que pode distrair os leitores. O objetivo é, por um lado, encontrar o equilíbrio certo entre a configuração publicitária e, por outro, uma experiência útil e agradável. Para consegui-lo, é possível recorrer ao teste A/B. Essa estratégia mostra aos visitantes duas versões da mesma página de forma aleatória para comparar os resultados. Os publishers podem escolher quais os canais que geram mais cliques. Isso permite aumentar a receita sem multiplicar as publicidades que poderiam prejudicar a experiência.

Detetar os bloqueadores de publicidade

Em França, quase 30% dos utilizadores da Internet estão equipados com adblockers. O problema é que priva os publishers da receita e impede que os anunciantes exibam as suas mensagens. Face a este problema complexo, pode, portanto, decidir sobre a estratégia a adotar:

Aproxime-se dos parceiros para aumentar os seus ganhos

As plataformas de afiliados têm todas as ferramentas que permitem aos publishers maximizar as suas receitas publicitárias durante os Saldos. Estas são parcerias que funcionam bem porque são capazes de juntar bons anunciantes com publishers. Assim, tem a certeza que envia a mensagem certa, no momento certo e ao visitante certo.

Os Saldos de verão são um momento importante para os publishers. Os consumidores estão, mais do que nunca, à procura de ótimos negócios, dicas e informações práticas. Por isso, é uma ótima maneira de conectar futuros e potenciais clientes com os anunciantes prontos a vender.

Deseja inscrever o seu website na rede Kwanko? É por aqui!

Qual é a app mais popular ? Todos os estudos comprovam: as aplicações mais descarregadas e mais utilizadas são os grandes clássicos (Facebook, Twitter, Gmail, Google Maps, Instagram, etc.) Portanto, tornar-se visível no marketplace é difícil hoje em dia, independentemente da qualidade da app e dos serviços que ela pode oferecer. Não basta a sorte para ser descoberto, mas pode-se contar com uma boa estratégia que mescla marketing e comunicação para obter uma grande visibilidade e o máximo de downloads.  Exemplos e ilustrações.

Desenvolver a sua landing page

É a página que promove a sua aplicação. O formato que funciona bem: um simples site “one page” com vários CTA e uma explicação simples do que faz a aplicação e quais são as suas funcionalidades e pontos fortes. O objetivo é criar confiança e destacar-se. Quanto mais profissional for a sua landing page, com um design e um wording adaptados, mais ela contribuirá para uma boa experiência do utilizador. É indispensável conceber esta página no modo “mobile only” em vez de uma navegação de um computador de secretária.

Criar conteúdo.

O mais simples é lançar um blog para escrever regularmente artigos que poderão ser partilhados nas redes sociais.  Quanto mais denso, regular e interessante for o conteúdo, mais impacto ele terá na sua estratégia de SEO, melhorando a sua visibilidade. O conteúdo não deve ser promocional. Ele deve abordar problemáticas relacionadas com a sua app para captar um público mais amplo. Também é uma forma eficaz de inspirar confiança, sobretudo no caso de uma primeira app.

Saber fazer o seu pitch

Fazer um elevator pitch é ser capaz de apresentar a sua app em menos de trinta segundos como se estivesse a falar com uma pessoa importante no elevador. O objetivo é elaborar um resumo esmerado da sua aplicação para despertar o interesse de utilizadores, investidores, parceiros, etc. O seu pitch é o seu ADN. É o que o identifica enquanto criador de aplicação. Ele poderá ser utilizado em tudo: no seu site, nos vídeos promocionais, nas suas apresentações, nos seus comunicados de imprensa, etc.

Cultivar as suas relações públicas

É necessário divulgar a aplicação assim que funcione. Transmita a informação às pessoas influentes suscetíveis de se interessarem pelas funcionalidades. Podem ser jornalistas especializados, bloggers ou influencers. Um comunicado de imprensa ou um dossier de imprensa bem formulado pode servir como uma alavanca promocional. Se a sua app for paga, é melhor propor uma versão de teste completa e gratuita. Seria inapropriado pedir a influencers que paguem para testar uma aplicação.

Desenvolver a sua página de produto

É a página que aparece em Google Play Store ou App Store quando a app é descarregada. Se os seus utilizadores chegaram até aqui, não deve dececioná-los. É indispensável ter vídeos promocionais, capturas de ecrã, uma descrição clara e uma moderação de opiniões e comentários para fomentar o compromisso e criar confiança. Aqui entra em jogo a conversão, portanto, é uma página que deve ser acompanhada de perto.

Ser transparente

Se é uma app paga, informe e explique o motivo. Ninguém gosta de pagar sem saber o que vem pela frente. Pode propor 2 meses gratuitos ou um reembolso nos 30 dias sem restrições.

Deixe bem claro se a sua aplicação propuser compras in-app. Para facilitar o compromisso da sua comunidade, a transparência e a honestidade serão sempre valores apreciados.

Participe de concursos.

Há vários concursos que podem transformar uma aplicação anónima em sucesso popular. Alguns valorizam o design, outros salientam a experiência do utilizador ou a interface. Não hesite em candidatar-se a concursos internacionais, se tiver uma interface em inglês.

Faça publicidade.

SEA, SMA e E-Commerce CPA são formatos que funcionam bem, pois publicitam a performance.  O retorno do investimento é facilmente mensurável com links para outras plataformas de download.  Pode testar vários formatos, várias imagens e várias abordagens para otimizar a sua estratégia de marketing.

Atualize a sua app regularmente

Uma aplicação é um objeto vivo. Ela deve evoluir em função das tendências do momento, das ideias do seu roadmap de desenvolvimento e do feedback da sua comunidade. Otimize a sua app e faça atualizações regulares para certificar-se de que tudo funcione bem, e eventualmente corrigir bugs que teriam escapado das malhas da rede.

Não há receita mágica que garanta o sucesso de uma aplicação, mas estas boas práticas permitirão que obtenha mais visibilidade e downloads. Só falta começar!

Os influencers fazem parte do marketing-mix dos anunciantes há vários anos.  Com um tweet, uma foto, um artigo ou um vídeo, estão aptos a atingir uma comunidade crescente de uma maneira natural e espontânea. Trabalhar com influencers, não é contudo, algo que possa improvisar. É um processo que necessita ser planeado com antecedência e cuidado, que assenta mais numa colaboração criativa que numa relação cliente-fornecedor. Criar uma campanha de influencer marketing, portanto, requer uma estratégia adequadamente adaptada.

Se está atraído(a) pela ideia, disponibilizamos aqui as melhores práticas para tornar sua campanha de influencer marketing um sucesso.

Saiba para quem se dirige

Antes de iniciar necessita saber para quem vai falar. Quem são os seus targets? Quem são os seus compradores(as)?  Que estilos de vida têm? Quais são as alavancas de tomada de decisão? Que tipo de conteúdos gostam de ler e partilhar? Os seus hábitos de consumo?

Saber com quem se fala é essencial quando se trata de orientar a sua campanha de influencer marketing na direção correta. A partir do momento que sabe quem são os seus clientes e o que os motiva, a pesquisa de influencers que correspondam aos requisitos e expetativas deles, será mais fácil.

Compreender o mundo dos influencers

No pequeno mundo dos influencers, existem grandes e pequenos protagonistas. No primeiro caso são as estrelas que são os influencers com centenas de milhares de seguidores, ou até vários milhões em certos casos.  Estamos neste caso, na verdadeira influência de massas. São frequentemente as estrelas do pequeno ecrã ou do mundo dos desportos, ou criadores bem posicionados com uma longa presença na web.

Depois vêm os micro-influencers. As comunidades deles são mais pequenas mas muitas vezes mais empenhadas. Concentram-se em nichos de mercado nos quais são vistos como verdadeiros especialistas. Irá encontrá-los como especialistas em assuntos relacionados com as atividades de lazer, desportos, novas tecnologias, jogos, no universo da beleza, etc. Pelo facto de serem apaixonados por aquilo que fazem e pela sua abordagem natural, podem alcançar facilmente uma grande comunidade de uma forma altamente despretensiosa e respeitosa.

E por fim, há os nano-influencers. Estes ainda são mais pequenos mas têm um potencial de crescimento significativo. Alguns têm apenas alguns milhares de seguidores. As marcas, portanto, confiam na “inocência” deles e na autenticidade do que dizem para expandir os seus mercados na esperança de alcançarem retornos futuros.

Encontrar o influencer certo

Contactar um influencer diretamente é normalmente um esforço perdido. É necessário passar por redes formais e informais e submeter casos de negócio que façam sentido. Embora seja possível contactar com micro-influencers e nano-influencers diretamente, a melhor abordagem é a de contactar agências cujo negócio é. Eles conhecem as expectativas dos influenciadores, suas disponibiliades e seus desejos. Ir através de intermediários evita que faça erros de principiante e poupa-lhe tempo na cadeia de valor.

Nem todos os influencers trabalham da mesma forma.  Alguns apenas concordarão em simplesmente mencionar a marca, outros podem desejar levar a cabo uma demonstração do serviço ou produto, ou podem até concordar em criar um conteúdo próprio da marca.  Não interessa qual é o caso, antes de negociar com os influencers tem primeiro que ter a certeza que está familiarizado(a) com o mundo deles, os seus conteúdos e valores. É neste ponto, em particular, que as agências são muito úteis.

É melhor construir em colaboração do que impor.

Um influencer aceitará um projeto mais facilmente se tiver a possibilidade em participar desenvolvimento do mesmo. No seu caso, assim, necessita de adotar uma atitude aberta e estar disposto(a) a permitir uma certa margem de manobra. Isto é de facto, algo que não é sempre óbvio para os anunciantes, que tendem a querer exercer o máximo controlo no seu marketing e comunicação.

Quando implementa uma campanha de influencer marketing ,  não deve ter qualquer hesitação na utilização dos vários influencers. O objetivo é expor a marca o máximo possível dentro de um período de tempo definido Contudo, as pessoas tendem a movimentarem-se rapidamente entre uma coisa e outra, indo de um blogue para o Instagram depois ligam-se ao YouTube no período de apenas alguns minutos, por exemplo.

As pessoas, portanto, necessitam encontrar o conteúdo de uma marca que se mantém nestes canais de comunicação e com os hábitos e comportamentos dos influencers. Aqui, estamos a chegar mais perto do modelo de publicidade nativa, mas não se esqueça: influencer não é uma musa a quem simplesmente diz o que pretende.

Medir o retorno do investimento

Definir os KPI’s para medir suas campanhas de influencer marketing não é uma tarefa linear e clara como é no marketing tradicional, mas estes KPI’s mesmo assim existem.  Tendem a ser expressos em termos de audiência alcançada, o número de cliques, likes e comentários/críticas, quotas de mercado das redes sociais, utilização de código promocional, e links seguidos, etc.

Earned Media Value é outro KPI útil a seguir. Isto equivale à exposição mediática adquirida quando a marca é falada através dos canais de comunicação que não são controlados pela empresa. Isto poderá ser na forma de artigos de blogue, críticas ao produto, vídeos no YouTube, críticas de clientes nas plataformas digitais, etc. Aquilo que o influencer diz pode portanto espalhar-se a outros canais de comunicação tendo o efeito de bola de neve.

Implementar uma campanha de influencer marketing não é, portanto, tão fácil quanto parece. Pelo facto de fazer parte de uma estratégia específica, necessita ter um objetivo bem definido e ser executada de uma forma perfeitamente controlada. É por esse motivo que faz sentido procurar a ajuda de agências para fazerem este trabalho de uma forma profissional e que possam aconselhar sobre como fazer as escolhas certas. Fale connosco hoje!

 

No mundo do marketing, costuma-se opor performance e branding. No entanto, são duas noções que se complementam e funcionam bem juntas. O branding tem tanta importância quanto o objetivo de conversão. Em geral, é difícil fazer um sem o outro. Para ter êxito na sua campanha de branding e ganhar visibilidade junto de potenciais clientes, é preciso investir num conteúdo nativo e em ações promocionais bem elaboradas.

Por que fazer branding?

Hoje em dia, não compramos apenas um produto ou um serviço. Compramos uma marca e uma experiência. Criar o seu branding é, portanto, uma estratégia essencial para aumentar a sua notoriedade, existir num mercado competitivo e ser reconhecido ou identificado pelos consumidores. Uma marca é muito mais do que um logótipo. É um modo de existir através de um território gráfico, de valores fortes, de uma linha editorial e da fidelização de uma comunidade à sua oferta.

Para funcionar, o branding deve ser dinâmico. Ele evolui, adapta-se e enriquece a experiência dos clientes. É neste ponto que o conteúdo desempenha um papel fundamental. Quer seja no seu blog, quer na sua aplicação móvel ou nas suas redes sociais, um conteúdo adaptado às suas personaspode enriquecer o percurso do cliente e a experiência global. Assim, quando uma pessoa passa de um canal a outro, ela pode reconhecer e compreender que está no mesmo ambiente. O branding também é aplicado nas grandes campanhas de comunicação. Do vídeo ao anúncio, passando pelo SEA e o SMA, o branding pode variar consoante duas estratégias: o imbound para trazer o cliente até si, e o outbound para garantir, reforçar as mensagens-chave e desenvolver a sua marca.

Tradicionalmente, o branding é utilizado sobretudo pelas grandes marcas e grupos com recursos significativos. No entanto, todo mundo pode (e deve) utilizá-lo. Com alguns milhares de euros bem investidos – sobretudo nas plataformas sociais – é fácil manter a sua marca ativa.

O branding móvel, uma alavanca a não subestimar

Hoje, os smartphones são os nossos primeiros ecrãs. Qualquer campanha de branding deve adaptar-se a um dispositivo móvel ou ser otimizada para o dispositivo móvel. O branding móvel é plural e depende dos seus objetivos e das suas mensagens, mas podemos citar alguns exemplos:

O computador reinventa-se com a apresentação

O dispositivo móvel é omnipresente e acompanha-nos o dia inteiro, mas o computador tradicional (o famoso desktop) ainda é muito presente. Em casa ou no trabalho, o seu amplo ecrã oferece um conforto de navegação ímpar. Num computador, não debicamos conteúdo como num dispositivo móvel.  Passamos mais tempo a ler, a informar-nos, a fazer compras e a ver vídeos de alta qualidade.

É aqui que a apresentação de site torna-se pertinente. Um branding também pode ser exibido na parte superior ou lateral de uma página para coexistir de modo não intrusivo com um conteúdo criativo premium. Ele também pode ser interativo, integrar call to actions, vídeos e favorecer o engajamento.

User-generated content: quando a marca aproveita a sua comunidade

Ouser-generated content(ou UGC) designa o conteúdo criado pelos próprios utilizadores. É uma formidável alavanca de branding que está presente naturalmente ao redor da marca para destacar os seus produtos e serviços. O UGC também é um excelente KPI para medir a satisfação dos clientes e o potencial de recomendação. Alguns exemplos:

branding é uma potente alavanca para manter uma marca e atingir uma ampla audiência. Seja no computador, no dispositivo móvel, do seu próprio chefe ou graças à sua comunidade, todo o conteúdo produzido converge para a omnicalidade das mensagens de modo a criar uma experiência pré-venda atrativa e eficaz. A nossa equipa pode propor-lhe campanhas de branding. Contacte-a rapidamente!

Como é que uma ferramenta de comunicação inventada há mais de 30 anos continua a ser tão popular entre os profissionais de marketing e os consumidores? Dito isto, o email é regularmente referido como estando a aproximar-se do fim da sua vida útil. É isto que o mercado nos faz acreditar, sendo que mais uma vez, o email tem resistido a todas as revoluções digitais (redes sociais, chat, notificações móveis, aplicações, gamificação, etc.). Um estudo levado a cabo pela Adobe mostra que 61% dos consumidores preferem receber comunicações de marketing através de email.

O email pode muito bem ser o principal canal para as comunicações digitais, mas o que o torna o melhor canal de conversão? Passamos a explicar.

O Email Marketing é Facilmente Automatizado

O email é crucial para receber confirmações de compra e entrega, inscrever-se em eventos e definir lembretes automáticos (cestos de compras incompletos, campanhas de marketing futuras, etc.). Estamos todos permanentemente conectados aos nossos emails, tanto nas nossas vidas pessoais como profissionais, e esta ligação é crucial na criação de ligações emocionais com marcas que enviam as mensagens adequadas.

O email marketing é a forma mais fácil de os não-especialistas testarem a automatização. Estão disponíveis ferramentas que não requerem quaisquer conhecimentos técnicos e que podem ser utilizadas com muita facilidade. O email marketing é também muito fácil de ser integrado nas ferramentas existentes (bases de dados, CRM, CDP, etc.) pelos profissionais.

O Email é um Identificador Exclusivo

O email é um pouco como um passaporte digital: algo que temos sempre tendência a guardar e mais fiável do que um endereço postal ou um número de telefone. Mesmo que mude de casa ou de emprego, mantém sempre o seu endereço de email pessoal. Em B2B, se uma empresa for submetida a mudanças, os utilizadores mantêm os endereços de email profissional. O email garante a unicidade dos dados e facilita o controlo de qualidade dos contactos (endereços duplicados, endereços inexistentes, etc.).

Isto é essencial para ferramentas de CRM e plataformas CDP de elevada qualidade.

O Email Marketing Facilita a Segmentação e a Classificação

Uma campanha de email marketing fornece dados abrangentes sobre o comportamento dos potenciais clientes e é a melhor forma de alcançar as pessoas adequadas graças à segmentação única. Pode avaliar com precisão o impacto de uma campanha e automatizar a classificação dos seus potenciais clientes de acordo com aberturas, cliques e reencaminhamentos. A avaliação do desempenho é simples e fácil de obter, graças ao email marketing.

Cada perfil pode ser personalizado de acordo com critérios pessoais, e funciona tão bem como com campanhas de testes A/B concebidas para avaliar o desempenho das ações e otimizar a sua tomada de decisões.

O Email Marketing é um Canal de Conversão de ROI

O email marketing custa muito pouco para enviar e pode ter um retorno significativo. O custo de aquisição de clientes permanece baixo. Recuperar o custo de uma base de dados é fácil no âmbito de uma abordagem omnicanal, na qual o email desempenha um papel central (Landing Pages, cupões promocionais, ofertas exclusivas, etc.).

O email é também um canal de fidelização eficaz. É importante lembrar que fortalecer as relações com os clientes é menos dispendioso do que procurar novos clientes. A este respeito, as campanhas de email marketing bem concebidas permitem-lhe manter-se em contacto com a sua comunidade, clientes antigos e representantes.

Além de fortalecer as relações com os clientes, o email é também um canal de aquisição de novos clientes. As campanhas de email de teste em bases de dados externas são essenciais e também são consideradas uma fonte de ROI. Pretende obter mais informações? Contacte os nossos especialistas!

O Email Marketing é Fácil e Acessível

Pode, é claro, criar uma campanha de email, utilizando um designer gráfico, um analista de dados e um designer de experiência do utilizador. Mas, de um modo geral, a criação de uma campanha é fácil, quando tem acesso a um modelo com eficácia comprovada. Não tem de ser um especialista em TI para o fazer. Tem apenas de atualizar o seu catálogo de produtos, recursos visuais, títulos e hooks, de modo a criar uma campanha de elevado impacto em apenas alguns minutos.

Visite o nosso estúdio para criar um Kit Email eficaz e de elevado desempenho!

O Email Marketing é Cross-Device

O email marketing funciona em todos os dispositivos: smartphones, tablets e desktops. Adapta-se a todas as resoluções e até utiliza novas funções interativas. Com a tecnologia de código aberto AMP (suportada pela Google), em breve será possível preencher e enviar formulários diretamente a partir do seu software de email, bem como navegar em galerias de fotografias, efetuar reservas em hotéis e comprar bilhetes de avião.

Há muitas novas funções no horizonte que vão valorizar o email. O email marketing é, de longe, a melhor forma de alcançar potenciais clientes de uma forma fiável e rentável, enquanto a redução do alcance das plataformas sociais está a fazer com que os anunciantes recorram constantemente aos seus bolsos.

Em conjunto com uma boa gestão dos dados e com uma estratégia simples, o email marketing continua a ser, de longe, o melhor canal de conversão para impulsionar as suas vendas online.

Os prospects são muitas vezes o ganha-pão do profissional de marketing. São aqueles que, se a estratégia for bem implementada, podem um dia, ser convertidos em clientes. Quando se trata de gerar leads, a abordagem utilizada difere consoante estiver a operar numa base B2B ou B2C.

Nas empresas, os processos demoram muito tempo, as decisões de compra envolvem vários indivíduos e a qualidade das leads é, muitas vezes, mais importante do que a quantidade. No B2C, o tamanho médio do cesto de compras é menor e o fornecimento de prospects tem de ser constantemente renovado e atualizado. 

Independentemente do seu caso particular, seleccionámos cinco sugestões práticas e viáveis para ajudar a melhorar a qualidade das suas leads, acelerar o seu crescimento, e assim, superar os seus concorrentes.

Formulários Otimizados

É aqui que começa a geração de leads, que precisa de ser cuidadosamente pensada e concebida.

Tem de otimizar o seu formulário até ao mais ínfimo pormenor: se for demasiado extenso, corre o risco de afastar os seus prospects. Se for demasiado curto, corre o risco de ter muito pouca informação para fornecer um contexto para os inquéritos e os pedidos. Em geral, três ou quatro campos é uma boa média em que deve apostar.

Em B2B, pode optar por proibir emails pessoais do tipo Gmail de modo a excluir tudo o que não seja um verdadeiro inquérito ou pedido profissional.  Embora seja um método que, por definição, limitará o número de prospects recebidos, garantirá um maior nível de qualidade. Depois de ter um email profissional em sua posse, poderá enriquecê-lo na sua base de dados com dados sócio-demográficos.

Além disso, também pode eliminar o spam e os endereços inválidos ao enviar automaticamente um email imediatamente após a receção das informações. É uma prática recomendada levar a cabo um procedimento de filtragem de qualidade inicial para evitar ocupar espaço na sua plataforma de CRM ou de dados.

Classificação Eficaz e Automática

De modo a estabelecer a qualidade das suas leads, tem de classificá-las. Este é o propósito da classificação, que atribui um valor aos prospects, com base no respetivo potencial de compra. Esta classificação pode subir ou descer, com base nas interações com as suas campanhas.

Se o seu prospect abrir os seus emails, clicar nos seus links e fizer perguntas, ganha pontos. Se não responder, não reagir ou não abrir as suas comunicações há já algum tempo, provavelmente não vale a pena continuar a guardar os respetivos dados. A classificação permite-lhe remover das suas ferramentas leads com pouca relevância para a sua empresa. A maioria das ferramentas de marketing são hoje capazes de automatizar o processo de classificação e de agregar os dados numa plataforma única e exclusiva.

Fomento Relevante de leads

O Lead Nurturing consiste em cultivar prospects até ao ponto em que estão prontos para efetuar uma compra. Para conseguir isto, é necessário criar buyer personas equipadas com sistemas de ativação individuais. Cada perfil é definido num contexto de marketing diferente com o seu próprio conteúdo especificamente adaptado.

Quanto mais personalizado for o seu lead nurturing, mais eficaz será. Enviar ofertas especiais, enviar informações destinadas a informar e a desenvolver a consciência do produto ou serviço. Partilhar práticas recomendadas, organizar concursos e oferecer conteúdo exclusivo (documentos técnicos, vídeos, etc.) são coisas que pode fazer para ajudar a alcançar este objetivo.

Mensagens Personalizadas Oportunamente

Cada lead progride através do funil de conversão ao seu próprio ritmo e velocidade. Tem, por isso, de ser capaz de enviar as informações adequadas com base na fase em que a lead se encontra. Alguns vão querer conhecer a sua marca melhor; outros terão de ser tranquilizados ou conquistados, sendo que o último talvez esteja à espera de receber uma boa oferta antes de decidir. É aqui que o marketing personalizado realmente se destaca. Não se trata uma pessoa que está a começar a conhecê-lo da mesma forma que se trata um prospect excelente que está prestes a efetuar uma compra.

Uma Experiência Única

A experiência do cliente inclui todas as interações e emoções vividas e sentidas pelo cliente antes, durante e após a compra. Para que seja bem-sucedida, a sua marca deve ser coerente em todas as suas plataformas. O Website responsivo para dispositivos móveis, a loja online, a automatização dos emails, as redes sociais, as boas-vindas ao entrar na loja/serviço… a coerência da experiência cria valor e proporciona segurança.

É fulcral não subestimar a sua importância. O mesmo design, os mesmos valores e o mesmo ambiente em geral devem estar presentes em cada ponto de contacto. Um território de marca coerente contribui para a criação de uma experiência única que lhe permitirá incentivar e tirar o máximo proveito dos seus prospects e torná-los parte da sua grande família.

A questão da quantidade versus qualidade quando se trata de gerir prospects pode, muitas vezes, ser uma fonte de frustrações internas e de mal-entendidos. No entanto, ambas podem funcionar muito bem juntas, se a sua estratégia de marketing for coerente. Para conseguir isto, tem de ter as ferramentas adequadas à sua disposição, nomeadamente as competências de profissionais essenciais necessárias e a tecnologia que lhe permitirá gerir adequadamente os seus dados em estrita conformidade com os requisitos do RGPD. Os nossos especialistas da equipa de geração de “leads” pode fornecer respostas a todas as suas perguntas. Contacte-os hoje mesmo!

O QSP Summit 2019 foi (mais uma vez) um dos mais bem-sucedidos eventos de marketing realizados. Mais de 2300 quadros de topo participaram pela primeira vez em cada um dos 2 dias do evento.

O QSP Summit está na sua 13.ª edição e cresce a cada ano. Este ano, o tema foi a convergência entre a tecnologia e o marketing/gestão. Vivemos tempos desafiantes com combinações revolucionárias entre tecnologia, métodos de trabalho e marketing para os nossos públicos-alvo. Todos os oradores concentraram a sua atenção nesta palavra-chave principal: Convergência.

Convergência em várias perspetivas: Online-Offline; Voz-Dados; Humanos-Robots; Tecnologia-Workplace; Criatividade-Management; Pessoas-Cultura; Produto-Branding; Marketing-Tecnologia; entre outras.

Todos estes conteúdos foram abordados durante estes 2 dias com vários oradores, como Daniel Pink, Spencer Harrison, Stanley Hainsworth, Barbara Kahn entre tantos outros. Houve imensas apresentações interessantes, mas os WorkLabs são muito célebres pelos insights aprofundados sobre um tópico específico.

Como Manter a sua Workforce Motivada?

Uma das maiores dificuldades que qualquer empresa enfrentará é manter os funcionários focados e motivados todos os dias. Por isso, é importante ter acesso a estes tipos de insights:

“As recompensas If-Then são eficazes para tarefas simples e a curto prazo, no entanto, tal não se aplica a tarefas complexas ou a longo prazo”.Daniel Pink em #qspsummit

Remunerações Altas vs Produtividade

“Enquanto a tarefa envolvesse apenas competência mecânica, os bónus funcionavam como era esperado: quanto mais elevado o pagamento, melhor o desempenho.”– Daniel Pink em #qspsummit

Em termos simples, e para descodificar o máximo possível um extenso mas super esclarecido discurso em apenas algumas palavras: atribuir bónus de produtividade e motivação só o levará até certo ponto.

O que é necessário fazer é utilizar mais o conceito “Porquê”. Diga aos seus funcionários POR QUE MOTIVO estão a fazer o que estão a fazer. Mostre-lhes uma perspetiva mais alargada. O que a sua contribuição fará pela marca. Pelo cliente… Pela equipa.

A Autonomia como uma Ferramenta de Empowerment

A autonomia é fundamental para que as pessoas se sintam empenhadas nas suas tarefas e na empresa. Hum, é um conceito estranho. 😉

“Crie pequenas ilhas de trabalho não comissionado para ter mais inovação na sua empresa” – Daniel Pink

Como pode verificar na nossa Página de Carreiras, faz parte da cultura da nossa empresa incentivar os nossos funcionários a terem as suas próprias iniciativas. Uma mentalidade Ágile é fundamental para evoluir. O nosso próprio lema diz tudo: Get Up and Disrupt !

Palco QSP Summit

Até Spencer Harrison disse que “é importante ter os confiantes e os céticos na sua equipa para fomentar novas informações e inovação”. O nosso ambiente multicultural com pessoas de dezenas de nacionalidades e culturas é um dos nossos maiores trunfos. Cada um tem a sua própria personalidade e antecedentes, o que proporciona uma abordagem diferente a cada projeto, o que é fundamental para obter um excelente resultado.

“É um desafio para todas as organizações lidar com o que cada pessoa tem mais probabilidades de desempenhar melhor de acordo com a hora do dia e com o respetivo biorritmo” – Daniel Pink.

Compreendemos que necessitávamos de uma abordagem diferente ao longo dos anos. Foi por isso que criámos a Wook (Wook Office & Organisation at Kwanko): um projeto de 2017 sustentado pelos funcionários do Grupo para um ambiente de trabalho mais transversal e flexível.

O Futuro do Retalho… e a Kwanko

Se não está numa caverna algures ou a tornar-se um eremita, talvez saiba que o retalho está a atravessar uma revolução. Talvez a maior de sempre desde que começamos a ter lojas físicas.

Já não é suficiente ter uma loja em cada esquina para vencer a concorrência.

Se não estiver no dispositivo “portátil” do cliente, é como se não existisse. O cliente pode até passar à frente da sua loja de rua, mas não entra. É um conceito incrível.

Por outro lado, vemos marcas digitais originais como a Amazon que optam por um espaço físico.

Era importante ver o que os especialistas, como Howard Saunders (@retailfuturist), Gerald Storch (antigo CEO da Toys R’ Us e da HBC) e Barbara Kahn, entre outros, nos podiam dizer acerca deste desequilíbrio. Onde é que o retalho terá sucesso HOJE e no futuro?

É um pouco difícil resumir tudo o que aprendemos nesse dia em apenas algumas palavras, como pode imaginar. O segredo do sucesso não é algo que pode ser receitado e esperar que funcione para todos da mesma forma.

No entanto, podemos destacar algumas dessas Lições para si

Como a conferência deste ano já realçou, a Convergência é a chave. Tem de fornecer uma experiência única e unificada ao seu cliente, independentemente do canal que este utiliza para alcançá-lo.

Cliente:“Compra algo de que gosta, a alguém em quem confia” por Barbara Kahn em #QSPSUMMIT2019

Matriz de Sucesso em Retalho por Barbara Kahn

Basicamente, podemos falar em diferenciadores, como Preço baixo, Marca, Experiencial, Sem Frição, como neste gráfico. São todos pontos válidos e importantes sobre como as pessoas veem a nossa marca em relação à concorrência.

Mas o que nos torna tão satisfeitos na Kwanko é saber quantas das nossas soluções de marketing de desempenho podem ajudar as suas vendas a prosperar.

Soluções de E-Commerce e de Marketing de Afiliação onde paga apenas uma pequena percentagem das suas vendas reais geradas pela nossa enorme rede de Publishers. Sem riscos envolvidos.

Solução de Geração de Leads para abrir o fluxo de aquisição de novos clientes dentro dos seus alvos.

Campanhas Drive-to-Store para trazer a experiência digital para uma loja física real e fechar o círculo.

Uma enorme Rede Móvel para divulgar a comunicação da sua marca o mais segmentada e geolocalizada possível.

O Tracking Cross-Device para uma experiência perfeita e simples.

Basicamente, a Kwanko é o seu melhor parceiro de marketing de performance para ter sucesso a partir de 2019.

Quer vencer a concorrência?

Esteja em todos os locais, de forma consistente e inteligente. Estamos muito satisfeitos por poder ajudar no seu objetivo.

Contacte a nossa equipa para encontrar a solução perfeita para as suas necessidades.