Descubra a nossa NOVA Plataforma Kwanko aqui

Como gerar mais vendas no verão? Ah, o verão… a praia, as cigarras, o sol, os serões com amigos, a boa vida… Concorda que estamos longe da confusão e da energia do mundo dos negócios, certo? No entanto, esta pausa de verão tende a não marcar necessariamente um momento descontraído onde os negócios estão em marcha lenta. Mesmo no verão, os consumidores compram e as empresas devem investir para alcançar os seus objetivos. Até alguns setores de atividade, como o desporto, o bem-estar, o turismo, a formação, os serviços a particulares e as empresas continuam a funcionar. Mas, como o ritmo é, muitas vezes, mais calmo, é precisamente o momento certo para estar presente, recuperar quotas de mercado e apresentar-se a novos clientes que poderão tornar-se embaixadores fiéis. Analisemos esta questão em conjunto.

Saldos de verão: um momento incontornável

Todo o mês de julho vai ser submetido a um ritmo intenso. Entre desarmazenagem, novas baixas de preços e preparação da nova temporada para os mais cautelosos que querem evitar as multidões, julho é um mês propício para bons negócios e também para gerar mais vendas no seu Website. Este período também é preparado online com ofertas especiais para os “pure-players” do digital ou empresas eletrónicas que apostam na opção omnicanal para impulsionar as vendas.

Além de que a atualidade continua a ser responsável pelos newsjackers. Volta à França, resultados de exames, festivais de música, eventos culturais… estes são alguns dos conteúdos que podem ser criados para aumentar a sua comunidade durante e em torno do período de saldos.

Desmaterialize e adapte as suas ofertas

Dizemos, muitas vezes, que os clientes não estão facilmente contactáveis durante as férias. Mas, como no resto do ano, nunca largam o smartphone, até mesmo na praia. É, por isso, o momento de se dar a conhecer através de campanhas digitais. Nas redes sociais, com campanhas de afiliação, de influência, de SEA, etc. Há muitas maneiras de alcançar os utilizadores da Internet móvel em férias e, por isso, de gerar mais vendas.

Com a geolocalização, pode segmentar com precisão as pessoas que estão numa determinada região. É também ocasião de personalizar a sua publicidade em função do local onde os seus potenciais clientes se encontram. Para as empresas locais, é a oportunidade perfeita para atraírem turistas para as suas lojas e estabelecimentos e, assim, criarem campanhas drive-to-store.

Por outro lado, com um Website bem pensado, é possível efetuar uma encomenda a partir de um telefone em apenas alguns segundos. Até o pagamento pode ser automatizado com soluções como Apple Pay. Para as aplicações móveis, é uma alavanca importante para simplificar o percurso do consumidor, independentemente do local onde este se encontra. Pode até ir mais longe: e se fizer as entregas nos locais de férias dos seus clientes?

O B2B em marcha lenta… ou não

É verdade que as empresas podem sofrer um decréscimo de atividade no verão… mas tal não acontece com os gestores e os tomadores de decisões. Descansam, mas nunca se desligam completamente. Relaxam, mas aproveitam o tempo livre para porem as leituras em dia. É, por isso, necessário coordenar adequadamente o marketing para propor um conteúdo do tipo “summer edition“, de modo a passar as suas mensagens B2B através de documentos técnicos, revistas e até mesmo de conteúdo em versão em papel. Educar, evangelizar, partilhar boas ideias… estas são as alavancas que darão frutos no início da nova temporada e que vão gerar mais vendas no seu Website no verão.

Automatize e programe as suas campanhas

Ao trabalhar com uma agência, mesmo quando vai de férias, os seus anúncios continuarão a ser divulgados. Pode liberar a sua equipa de marketing e comercial… os clientes continuarão a chegar. Também é possível planear e programar as suas campanhas com antecedência, de modo a não estar completamente ausente da situação e a não deixar o campo livre para a concorrência. Também é importante que o serviço ao cliente esteja sempre contactável para responder às consultas e às perguntas dos clientes. A equipa de marketing pode relaxar para voltar à forma no início da nova temporada. A Kwanko oferece a possibilidade de programar o lançamento das suas campanhas publicitárias! Para saber mais, preencha um pedido de contacto aqui!

Planeie as suas campanhas de início da nova temporada

Às vezes, o início da nova temporada é preparado bastante cedo. Em especial, quando há filhos. Antecipa para refinar as suas ofertas, as suas campanhas e preparar a atualização do seu Website. O início de setembro marca, muitas vezes, o início de um novo ciclo. As vezes, é mais importante do que o início de janeiro e muitas marcas beneficiam disso. Beleza, desporto, estilo de vida, decoração, viagens, saúde, turismo e até mesmo seguros e produtos financeiros. Uma ocasião para voltar a fazer o ponto da situação relativamente às suas necessidades e para recuperar o controlo.

O verão é um período crucial que marca, muitas vezes, uma renovação entre duas estações. Mas, ao contrário das aparências, trata-se também de um período que pode ser atarefado para os mais oportunistas. Pois, no momento em que decide retirar-se, a concorrência pode aproveitar-se da situação. Assim, não espere mais para gerar mais vendas do que a concorrência com a equipa Kwanko!

 

Na internet, se o conteúdo é importante, o visual é-o ainda mais. Imagens, gráficos, fotografias, animações… cada visual deve ser particularmente limpo. E se há um domínio onde essa afirmação é ainda mais verdadeira, é na publicidade online. Os banners são ferramentas muito relevantes para trabalhar o seu branding, fazer geração de leads ou marketing de afiliados. Mas criar os banners perfeitos não pode ser improvisado. Deve assegurar-se de que trabalha o fundo e a forma para chamar a atenção do utilizador, tornar visível a marca ou o produto e criar confiança, sendo o menos intrusivo possível. Explicamos-lhe como fazê-lo.

Imagine um design que se destaque

O seu banner deve refletir a imagem da sua marca e atrair a atenção dos utilizadores. Para consegui-lo, recomenda-se privilegiar as imagens e fotografias únicas e de qualidade. Sempre que possível, limite a utilização dos bancos de imagens, cujas imagens são muito padronizadas e fáceis de localizar. Quanto mais a produção estiver alinhada com os seu gráficos, os seus valores e o seu posicionamento, mais eficaz será a sua publicidade. Desta forma pode jogar com as cores sem se esquecer de mostrar o seu logótipo.

Temos também de encontrar o equilíbrio certo entre a qualidade do visual e as características técnicas. Para ser eficaz, o banner deve carregar-se rapidamente. Mas tal não deve acontecer em detrimento de um ficheiro pixelizado ou difuso.

Finalmente, os seus banners podem ser fixos ou animados. Se forem animados, aposte na sobriedade: a era das páginas da internet tipo “árvore de Natal” já passou.

Aprimore o seu texto

Num banner, é necessário dizer muito em poucas palavras. O texto deve ser claro e conciso. No Facebook, por exemplo, não deve ocupar mais de 20% do espaço do anúncio. E é uma dica que também pode aplicar-se a todos os banners. Aqui, sem longos discursos, devemos ir ao essencial.

Pode também adaptar o seu texto de acordo com o contexto do banner. O conteúdo de um anúncio nas redes sociais deve ser diferente daquele que aparece num blog ou no site de um grande editor, por exemplo. Pode-se também alterar o texto de acordo com a etapa de desenvolvimento das vendas. A abordagem pode ser mais geral no início do percurso e mais específica quando exibida em sites especializados.

Finalmente, última obrigação: leia novamente! Num banner publicitário, os erros de ortografia são imperdoáveis, correndo o risco de desacreditarem a sua marca. Certifique-se de que a sua mensagem é bem entendida. E se a mesma tiver elementos humorísticos ou provocativos, teste a sua mensagem com antecedência, porque nem todos têm as mesmas referências culturais.

Otimize os seus CTA

O seu call-to-action é o botão que deve fazê-lo querer clicar no banner. É graças a esse botão que podemos medir o impacto da campanha. O objetivo não é necessariamente incentivar a compra, mas fazer com que o utilizador se interesse pela sua marca. Pode, portanto, variar as formulações do tipo “descobrir”, “registo”, “teste gratuito”, “mais informações”, etc.

Pode também adaptar o seu CTA de acordo com as suas interações. Por exemplo, um CTA será diferente, dependendo se estiver a abordar uma perspetiva pela primeira vez, se estiver a redirecionar ou a utilizá-lo como parte de uma campanha de publicidade de desempenho.

Para medir o desempenho do banner, cada link deve ser mensurável. É um KPI importante de forma a saber se o seu banner é relevante. Com o acompanhamento de cliques, saberá qual CTA funciona melhor. E em caso de hesitação, o teste A/B é uma ferramenta muito poderosa para otimizar os seus banners e testar novas mensagens.

Adapte o seu banner a diferentes formatos

Nem todos os banners medem o mesmo tamanho. Alguns podem ser altos, quadrados ou compridos. Isto significa que é necessário reservar algum tempo para reajustar o conteúdo do banner conforme necessário. Em alguns casos, o visual pode nem funcionar devido a problemas de layout. Dito isto, não hesite em deixar uma folha limpa, ao invés de forçar para tudo ter em detrimento do resultado final.

Criar banners perfeitos para uma campanha publicitária é um trabalho de precisão que não deve ser subestimado. Cada detalhe conta e, se houver modelos disponíveis online, será difícil ter uma renderização perfeitamente personalizada. É por isso que sempre será mais eficiente trabalhar com designers profissionais (internos ou externos à sua organização) que terão uma nova visão do seu problema.  Oferecemos os serviços do nosso estúdio gráfico. Se quiser redesenhar os seus banners ou criar banners  a partir do zero, entre em contacto connosco !

Os Saldos de verão  marcam um ponto de viragem importante no calendário comercial dos anunciantes. Se originalmente eram dedicados principalmente aos têxteis e pronto-a-vestir, hoje, após vários anos, ocupam uma parte inteira da economia. De empréstimos bancários a carros, passando por software, equipamentos para a casa, decoração ou bem-estar, todas as marcas tornam os Saldos numa alavanca promocional. O objetivo? Atrair novos clientes, fidelizar os clientes existentes e aumentar o cesto médio ao esvaziar o stock.

Atualize e monitorize o seu catálogo de produtos

É ele quem define o que vender, quando e a que preço. O seu catálogo deve estar perfeitamente atualizado, porque contém todas as informações-chave que seguem para os editores. Pode também ajustá-lo em tempo-real, tendo como base o desempenho das vendas. Se um produto vender mais do que outro, poderá investir um pouco mais por um período limitado. Aproveite para verificar a qualidade do seu catálogo: imagens, descrições, títulos, referências… tudo deve ser o mais claro possível, com dados únicos e sem informações duplicadas ou erradas.

Crie e partilhe os visuais relevantes e eficientes

Trabalhar com os editores é sempre vantajoso para ambas as partes. Para isso, é necessário simplificar a vida dos seus editores para que possam concentrar-se no seu trabalho e tentar atrair novos clientes. É por isso que é necessário transmitir dados e conteúdos fáceis de gerir e integrar. Podem assumir a forma de kits e-mail, anúncios, elementos de linguagem, argumentos comerciais, etc. O que importa é tratar da substância e forma. O design está ao serviço da mensagem. O tempo investido na preparação será rapidamente recompensado assim que a campanha for lançada.

Gerir as diferentes reduções de preços

Durante os  Saldos, os preços mudam com frequência. Podemos começar com -20% e depois oferecer -30% ou -40% duas semanas depois. Deve ser capaz de ser ágil de forma a reagir rapidamente e antecipar todos os cenários de vendas. A gestão dos seus stocks deve ser precisa e eficiente. As suas campanhas promocionais devem estar imediatamente operacionais e o seu processo interno de validação deve ser fluido para evitar perdas de tempo. Pode também incorporar códigos promocionais para os serviços complementares. Estes serão adicionados às promoções atuais (entrega gratuita, devolução gratuita, seguro incluído, etc.).

Otimize os seus kits e-mail

O e-mail continua a ser a forma de comunicação preferida entre um afiliado e a sua comunidade. Para fazê-lo, precisa de enviar todos os elementos para que estejam prontos a usar. Cuide dos visuais, seja inspirador, teste o rendimento em todas as plataformas, acompanhe todos os links e monitorize o desempenho das campanhas de e-mail em tempo-real. Pode transmitir um arquivo HTML com imagens hospedadas no seu servidor para otimizar os tempos de carregamento. Os seus kits e-mail devem estar perfeitamente adaptados ao telemóvel para que funcione em todas as plataformas. Por fim, pode incentivar o teste A/B para otimizar as campanhas.

Encontre o parceiro certo

Gerir uma campanha de afiliação por si mesmo pode ser demorado e cansativo. É bastante mais eficiente confiar esse trabalho a uma agência profissional. Para saber qual escolher, é necessário saber como fazer as perguntas certas: quantos editores tem na sua rede? Em que países estão presentes? Já têm experiência no seu setor de atividade? Oferecem uma tecnologia fiável para gerir as campanhas? Terá um acompanhamento eficaz? É com base nestas respostas que poderá ocorrer uma escolha de um parceiro de confiança.

Os Saldos de verão não são apenas aplicados nas lojas. É online que a batalha pode ser a mais feroz devido à competição implacável e do tempo-real imposto pelo comércio online. Deve considerar os seus editores como os seus parceiros de negócios. São os transmissores da sua marca na plataforma (virtual) e quanto mais ficarem convencidos da sua oferta e a da sua marca, mais conseguem ser eficazes. Consulte a nossa equipa de especialistas para responder aos seus projetos!

O QSP Summit 2019 foi (mais uma vez) um dos mais bem-sucedidos eventos de marketing realizados. Mais de 2300 quadros de topo participaram pela primeira vez em cada um dos 2 dias do evento.

O QSP Summit está na sua 13.ª edição e cresce a cada ano. Este ano, o tema foi a convergência entre a tecnologia e o marketing/gestão. Vivemos tempos desafiantes com combinações revolucionárias entre tecnologia, métodos de trabalho e marketing para os nossos públicos-alvo. Todos os oradores concentraram a sua atenção nesta palavra-chave principal: Convergência.

Convergência em várias perspetivas: Online-Offline; Voz-Dados; Humanos-Robots; Tecnologia-Workplace; Criatividade-Management; Pessoas-Cultura; Produto-Branding; Marketing-Tecnologia; entre outras.

Todos estes conteúdos foram abordados durante estes 2 dias com vários oradores, como Daniel Pink, Spencer Harrison, Stanley Hainsworth, Barbara Kahn entre tantos outros. Houve imensas apresentações interessantes, mas os WorkLabs são muito célebres pelos insights aprofundados sobre um tópico específico.

Como Manter a sua Workforce Motivada?

Uma das maiores dificuldades que qualquer empresa enfrentará é manter os funcionários focados e motivados todos os dias. Por isso, é importante ter acesso a estes tipos de insights:

“As recompensas If-Then são eficazes para tarefas simples e a curto prazo, no entanto, tal não se aplica a tarefas complexas ou a longo prazo”.Daniel Pink em #qspsummit

Remunerações Altas vs Produtividade

“Enquanto a tarefa envolvesse apenas competência mecânica, os bónus funcionavam como era esperado: quanto mais elevado o pagamento, melhor o desempenho.”– Daniel Pink em #qspsummit

Em termos simples, e para descodificar o máximo possível um extenso mas super esclarecido discurso em apenas algumas palavras: atribuir bónus de produtividade e motivação só o levará até certo ponto.

O que é necessário fazer é utilizar mais o conceito “Porquê”. Diga aos seus funcionários POR QUE MOTIVO estão a fazer o que estão a fazer. Mostre-lhes uma perspetiva mais alargada. O que a sua contribuição fará pela marca. Pelo cliente… Pela equipa.

A Autonomia como uma Ferramenta de Empowerment

A autonomia é fundamental para que as pessoas se sintam empenhadas nas suas tarefas e na empresa. Hum, é um conceito estranho. 😉

“Crie pequenas ilhas de trabalho não comissionado para ter mais inovação na sua empresa” – Daniel Pink

Como pode verificar na nossa Página de Carreiras, faz parte da cultura da nossa empresa incentivar os nossos funcionários a terem as suas próprias iniciativas. Uma mentalidade Ágile é fundamental para evoluir. O nosso próprio lema diz tudo: Get Up and Disrupt !

Palco QSP Summit

Até Spencer Harrison disse que “é importante ter os confiantes e os céticos na sua equipa para fomentar novas informações e inovação”. O nosso ambiente multicultural com pessoas de dezenas de nacionalidades e culturas é um dos nossos maiores trunfos. Cada um tem a sua própria personalidade e antecedentes, o que proporciona uma abordagem diferente a cada projeto, o que é fundamental para obter um excelente resultado.

“É um desafio para todas as organizações lidar com o que cada pessoa tem mais probabilidades de desempenhar melhor de acordo com a hora do dia e com o respetivo biorritmo” – Daniel Pink.

Compreendemos que necessitávamos de uma abordagem diferente ao longo dos anos. Foi por isso que criámos a Wook (Wook Office & Organisation at Kwanko): um projeto de 2017 sustentado pelos funcionários do Grupo para um ambiente de trabalho mais transversal e flexível.

O Futuro do Retalho… e a Kwanko

Se não está numa caverna algures ou a tornar-se um eremita, talvez saiba que o retalho está a atravessar uma revolução. Talvez a maior de sempre desde que começamos a ter lojas físicas.

Já não é suficiente ter uma loja em cada esquina para vencer a concorrência.

Se não estiver no dispositivo “portátil” do cliente, é como se não existisse. O cliente pode até passar à frente da sua loja de rua, mas não entra. É um conceito incrível.

Por outro lado, vemos marcas digitais originais como a Amazon que optam por um espaço físico.

Era importante ver o que os especialistas, como Howard Saunders (@retailfuturist), Gerald Storch (antigo CEO da Toys R’ Us e da HBC) e Barbara Kahn, entre outros, nos podiam dizer acerca deste desequilíbrio. Onde é que o retalho terá sucesso HOJE e no futuro?

É um pouco difícil resumir tudo o que aprendemos nesse dia em apenas algumas palavras, como pode imaginar. O segredo do sucesso não é algo que pode ser receitado e esperar que funcione para todos da mesma forma.

No entanto, podemos destacar algumas dessas Lições para si

Como a conferência deste ano já realçou, a Convergência é a chave. Tem de fornecer uma experiência única e unificada ao seu cliente, independentemente do canal que este utiliza para alcançá-lo.

Cliente:“Compra algo de que gosta, a alguém em quem confia” por Barbara Kahn em #QSPSUMMIT2019

Matriz de Sucesso em Retalho por Barbara Kahn

Basicamente, podemos falar em diferenciadores, como Preço baixo, Marca, Experiencial, Sem Frição, como neste gráfico. São todos pontos válidos e importantes sobre como as pessoas veem a nossa marca em relação à concorrência.

Mas o que nos torna tão satisfeitos na Kwanko é saber quantas das nossas soluções de marketing de desempenho podem ajudar as suas vendas a prosperar.

Soluções de E-Commerce e de Marketing de Afiliação onde paga apenas uma pequena percentagem das suas vendas reais geradas pela nossa enorme rede de Publishers. Sem riscos envolvidos.

Solução de Geração de Leads para abrir o fluxo de aquisição de novos clientes dentro dos seus alvos.

Campanhas Drive-to-Store para trazer a experiência digital para uma loja física real e fechar o círculo.

Uma enorme Rede Móvel para divulgar a comunicação da sua marca o mais segmentada e geolocalizada possível.

O Tracking Cross-Device para uma experiência perfeita e simples.

Basicamente, a Kwanko é o seu melhor parceiro de marketing de performance para ter sucesso a partir de 2019.

Quer vencer a concorrência?

Esteja em todos os locais, de forma consistente e inteligente. Estamos muito satisfeitos por poder ajudar no seu objetivo.

Contacte a nossa equipa para encontrar a solução perfeita para as suas necessidades.

Após a loucura das festas de fim de ano e dos saldos de inverno, a primavera é o período que estabiliza a atividade comercial. Em muitos setores de atividade sazonais, trata-se do fim da coleção de inverno e do início da coleção de verão. Embora as condições climáticas e os eventos atuais possam ter impacto na atividade e no volume das vendas online, não deve, no entanto, descurar os seus negócios. Para preparar a sua check-list e organizar a sua equipa e futuras operações, fornecemos-lhe algumas dicas, conselhos e boas práticas.

Marketing de conteúdo: planificar e organizar

O marketing de conteúdo é o que impulsiona a sua marca. Graças a este, contribui para fidelizar a sua comunidade e pode obter novos potenciais clientes. É precisamente nos períodos mais calmos que podemos dedicar algum tempo a organizar o conteúdo que será partilhado. Tal inclui o planeamento dos próximos artigos para o blog, operações sociais e, para os mais ousados, operações de newsjacking. Embora algumas destas últimas atividades estejam associadas a eventos atuais, outras podem ser preparadas com antecedência, como:

Em abril:

Em maio:

Em junho:

Para que o marketing de conteúdo seja eficaz e não muito moroso, é necessária uma boa organização. Calendário de produção, atualização da linha editorial, escolha de temas estratégicos, inteligência competitiva… tantas práticas recomendadas a implementar na primavera.

Organizar os saldos de verão

Claro que ainda tem tempo, pois estes só começarão a partir do final de junho, mas isso permite-lhe antecipar futuras campanhas ou colaborações a implementar.

Pode aproveitar a oportunidade para se lançar no marketing de influência e encontrar influenciadores em sintonia com os valores da sua marca para transmitirem as mensagens adequadas. Trata-se de um trabalho que pode ser efetuado de forma independente, ou em colaboração com uma agência, para poupar tempo. O marketing de influência é uma alavanca que requer uma estratégia. Uma mensagem única junto de um único anunciante geralmente não é suficiente. Dedique algum tempo a encontrar os influenciadores que estão em sintonia com os seus perfis para distribuir o tempo de uso da palavra durante os próximos meses.

Na mesma linha, existem outras alavancas promocionais que pode ativar, como a afiliação. A partir de um marketplace ou de um website de terceiros (blogue, canal YouTube, website, etc.), os afiliados encarregam-se de fazer a promoção dos seus produtos e serviços mediante uma comissão sobre as vendas. Mais uma vez, encontrar os influenciadores que terão a função de porta-voz das suas ofertas não se consegue em poucos dias. A antecipação é a chave para o sucesso.

É também o momento de permanecer em contacto com a sua comunidade, através de campanhas de marketing por email. Não é preciso esperar por uma oferta promocional para interagir com os seus clientes. Pode aproveitar a oportunidade para pedir a sua opinião sobre um tema ou um projeto, partilhar uma experiência, lançar um concurso ou desenvolver uma nova iniciativa (clube privado, degustação ou apresentação, etc.).

Por fim, como preparação para os saldos de verão, pode melhorar ou reorganizar o seu website, atualizar a sua aplicação móvel e lançar uma série de testes A/B para otimizar a experiência do cliente.

Atualizar e otimizar as suas ferramentas

Se a atividade continuar entre os períodos de saldos, o pico de tráfego concentra-se, sobretudo, nos grandes períodos fortes. Sem contar que um mês como o de maio é repleto de oportunidades para fazer ponte e fins de semana prolongados que combinam muitas vezes com uma atividade inferior em alguns setores de atividade. Esta é uma oportunidade para fazer todas as operações de revisão e de manutenção necessárias. Atualizar o website, fazer backups, testes, atualizar os servidores da web, implementar novas plataformas e novas ferramentas… é a grande limpeza da primavera!

Ou seja, a primavera também significa renovação. E se for também uma oportunidade para aperfeiçoar os seus processos internos (monitorização, serviço de apoio ao cliente, moderação social, etc.), fazer o balanço das campanhas anteriores e otimizar as suas colaborações internas e externas?

Antecipar e controlar os fluxos e os volumes de trabalho, estação a estação, permite-lhe distribuir melhor a utilização dos seus recursos tecnológicos, humanos e financeiros ao longo do ano. A primavera não é exceção. Os comerciantes mais bem organizados serão também os mais rápidos e os mais responsivos quando surgir a necessidade.

Contacte a nossa equipa de especialistas para ajudá-lo a atualizar as suas campanhas e a planear o seu calendário de operações comerciais.

O drive-to-store é a versão local do e-commerce. O objetivo é usar todas as alavancas digitais disponíveis para os anunciantes para transformar dados geolocalizados e o uso quase constante de smartphones de modo a atrair os clientes para a loja. Seja para comprar ou recolher uma encomenda, o drive-to-store “cimenta” a experiência do cliente e oferece novas oportunidades para desenvolver os seus negócios. Mas ainda precisa saber como o fazer.

Quando o digital é usado para aumentar as vendas físicas nas lojas

Opor-se o e-commerce e o comércio tradicional não faz sentido hoje em dia. Os dois devem trabalhar juntos numa lógica omnicanal para personalizar experiências para os clientes. O drive-to-store fornece uma solução que converge a internet e a rede física.

As compras na loja estão, de fato, longe de terem sido destronadas pela internet. O último relatório anual do FEVAD (Fevad, Federação de comércio eletrônico e venda à distância) releva que 91,5% das compras no comércio retail ainda são efetuadas na loja.

Mas precisam de se reinventar constantemente para ter mais flexibilidade e agilidade. Com o drive-to-store, o digital incentiva os clientes a irem à loja em busca de objetivos que diferem de acordo com as estratégias aplicadas. Eis alguns exemplos:

Pedidos on-line, recolha na loja

Este é o princípio do “click and collect”, que foi popularizado pela grande distribuição com o conceito de “drive”. O cliente pode comprar um produto on-line e recolhê-lo alguns minutos ou horas depois. Tem acesso imediato ao seu pedido, poupa tempo e pode, opcionalmente, adicionar produtos adicionais ou opções adicionais. Uma estratégia de cross-selling ou de upselling que pode ser significativa para os retailers. Atualmente é uma solução logística oferecida por 38% das marcas de acordo com o FEVAD.

Pedidos on-line, recolha num ponto de venda de terceiros

Este é o sistema de retransmissão das encomendas onde um comerciante concorda em receber pedidos de outras marcas. Se a loja recebe uma pequena comissão da passagem, é especialmente a oportunidade de trazer à sua loja clientes que talvez nunca tivessem ido. Atualmente é uma solução logística oferecida por 86% dos e-comerciantes.

Reserva online, experiência na loja

Um cliente pode marcar uma reunião on-line, através de uma aplicação móvel, um chatbot ou um site do comerciante, e ir até à loja para viver uma experiência. Experimente roupas já selecionadas e prontas para a chegada do cliente, atendimento cosmético, mesa de um restaurante, teste de um carro novo… quanto mais suave o processo móvel, mais a experiência será apreciada. Uma abordagem que provavelmente gera fortes recomendações sociais.

As chaves do drive-to-store

Otimizar a abordagem drive-to-store envolve dominar várias alavancas de marketing. Identificámos algumas para ajudar:

Referencial local com as principais plataformas

Google MyBusiness, Yelp, Tripadvisor, Uber Eats… são impossíveis ignorar. Essas ferramentas e plataformas de intermediação desempenham um papel central na ligação entre anunciantes e potenciais clientes. Para os retailers é essencial ser bem referenciado, ter uma forte cultura do cliente (importância da aparência), compartilhar conteúdo adaptado (fotos, vídeos, descrições) e, especialmente, que toda a informação seja sempre atual (horário de funcionamento, detalhes da loja, etc.).

Publicidade geolocalizada

Orientar as pessoas certas de acordo com os hábitos de viagem ou a posição geográfica delas é essencial no drive-to-store. A geolocalização é aqui uma alavanca estratégica. Quer entrar em contacto com um cliente próximo que é provável de facilmente o visitar. Seja em ADM, SEA ou RTB, quanto mais direcionada a publicidade, mais relevante será.

Notificações e aplicações móveis

Se tiver uma aplicação para dispositivos móveis, a geolocalização poderá comunicar melhor com pessoas próximas à sua loja. A boa prática mais comum é a store locator conselhos para os retailers compreendendo uma pluralidade de lojas. Se quer tomar um café no Starbucks ou está à procura de um corta-relvas num supermercado, essa capacidade de conectar o cliente a uma loja acrescenta valor.

Conectando a dados de terceiros

Clima, notícias, novas coleções… cada marca pode desenvolver comunicações personalizadas por e-mail ou SMS de acordo com acionadores específicos. Um trabalho que exige uma narrativa criativa e pode tocar os seus clientes para incentivá-los a ir até à loja.

CRM onboarding

É uma tecnologia que reúne transações e visitas a lojas com base em exposições de publicidade on-line. É sempre importante saber se a sua publicidade no Facebook gerou visitas às lojas, por exemplo.

O heatmap

Uma vez na loja, fontes discretas são capazes de identificar a distribuição dos seus clientes nos seus corredores e departamentos. Isto é muito útil para reorganizar a sua publicidade, destacar as suas dicas e encontrar os mecanismos para manter os seus clientes por mais tempo no local enquanto melhoram os seus recursos humanos (vendedores e consultores).

Atualmente não é possível ignorar o drive-to-store. Para os retailers, é a alavanca essencial que combina o melhor dos dois mundos para uma melhor personalização das experiências. Uma estratégia de marketing baseada na relevância dos dados e uma boa gestão da mobilidade para se adaptar ao novo comportamento de compra.

Descubra as nossas soluções de drive-to-store graças à nossa equipa de especialistas: entre em contacto com eles para saber mais!