Descubra a nossa NOVA Plataforma Kwanko aqui

Criar uma relação de confiança entre o anunciante e o editor é exatamente o propósito de uma campanha de afiliação. Para que esta relação seja eficaz, deve basear-se em compromissos claros e transparentes. Da autorização das alavancas, à remuneração, passando pela disponibilidade de formatos de divulgação, tudo deve estar sob controlo. E as condições de divulgação são uma questão importante para os anunciantes e os editores com vista a aumentar as conversões.

A remuneração: o centro da questão

Por que motivo é que um afiliado deve trabalhar mais com uma marca do que com outra? Há sempre uma dimensão de afinidade. É claro que trabalharemos sempre melhor e com mais eficácia com as marcas que conhecemos, respeitamos e apreciamos, mas não só. A remuneração constitui a razão de ser do marketing de performance. É preciso saber agradecer àqueles que se esforçam para promover uma marca e garantir a promoção de ofertas especiais.

Em geral, os anunciantes comunicam com total transparência sobre as condições de remuneração. Esta percentagem é crucial, pois pode variar consoante a categoria de produtos, o tipo de ofertas e a marca. É por isso que constitui uma importante alavanca de fidelização: taxa do volume de negócios excluindo taxas geradas pelas conversões provenientes de afiliados.

Além do montante da remuneração, também é importante ser transparente em relação às condições de pagamento. Devemos esquecer o cartão-presente pago no prazo de 120 dias. Uma transferência bancária ou um serviço de pagamento de terceiros do tipo PayPal, no prazo de 30 a 45 dias, será sempre apreciado.

Promoções, cashback e códigos promocionais

Os códigos promocionais permitem obter descontos substanciais nas compras e são muito utilizados para aumentar o número de visitantes de um Website. São fornecidos pelos anunciantes nos produtos e em períodos específicos. Fazem parte das alavancas que os afiliados podem utilizar para promover as ofertas do anunciante. O mesmo princípio aplica-se ao cashback ou às promoções. Quanto mais o anunciante diversificar os seus meios de divulgação, mais apelativo será aos olhos dos editores.

Quando não há código de desconto, existem outras opções a explorar, como a entrega gratuita e as ofertas promocionais do momento. O que importa é a transparência no momento de apresentar as suas condições de divulgação aos afiliados.

Duração das ofertas

Durante muito tempo, as ofertas de publicidade online dependiam de cookies e da sua vida útil. Agora, com a chegada da mobilidade e do marketing omnicanal, outras tecnologias mostraram-se mais eficazes. No entanto, a prática continua a ser a mesma: é necessário definir um calendário claro relativo à duração da oferta e cumpri-lo para gerir a validade dos links e dos códigos promocionais.

Na verdade, será mais fácil para um afiliado trabalhar com a sua comunidade a médio ou a longo prazo. Isso deixa-lhe tempo para criar conteúdo relevante, alinhado com os valores e os objetivos do anunciante. A sazonalidade e a duração das ofertas podem afetar o sucesso de uma campanha de afiliação. Mais uma razão para escolhê-los bem e partilhá-los.

Emailing: o pequeno extra que pode fazer a diferença

Gerir um email promocional deve ser feito com cuidado, pois o conteúdo, se não for aprovado e controlado, pode ter impactos significativos. É por isso que é possível impor condições estritas consoante a estratégia escolhida, a mensagem, as ofertas a destacar, etc.

Para facilitar este trabalho, tanto para o anunciante como para o editor, o kit de email tem um papel importante. É composto por um ficheiro HTML simplificando o layout da campanha, com imagens de qualidade, já pré-aprovadas e perfeitamente calibradas. Integrar uma opção de emailing na sua campanha de afiliação permite valorizar a sua oferta e adaptar melhor as suas campanhas promocionais em estrita conformidade com o RGPD.

As condições de divulgação de uma campanha de afiliação não devem ser encaradas com ligeireza. Na verdade, num mercado onde os afiliados, como os anunciantes, procuram desempenho económico, ser capaz de estabelecer uma relação entre a oferta e a procura exige um trabalho especializado. Porque, além da simples escolha editorial e comercial, o que importa é também a abordagem correta numa estratégia global de comunicação, tanto para os afiliados como para as marcas. E, para conseguir isso, nada melhor do que ser acompanhado por especialistas. Contacte a equipa Kwanko!

O regresso às aulas é o momento ideal para rever a sua estratégia de marketing. Uma das soluções consiste em explorar novas ferramentas e ideias para elaborar um plano de ação pertinente. Num contexto económico em que a concorrência é cada vez maior, é essencial saber chegar às pessoas certas no momento certo através do canal certo. Propomos hoje 5 soluções fáceis para ativar o seu plano vencedor para um regresso às aulas de sucesso.

afiliação: uma alavanca com base no ROI

Com a afiliação, o anunciante trabalha com uma rede de publishers de modo a promover produtos e serviços comercializados online. Ao monetizar a sua audiência, o afiliado assume o papel de mediador entre a sua comunidade e a marca que o solicita. É a garantia de um tráfego premium qualificado, pois o anunciante paga apenas os cliques e/ou as compras efetivas. É o princípio do marketing de desempenho que garante um investimento eficaz com base no ROI.

Os afiliados assumem a forma de criadores de conteúdos (bloggers, youtubers, influenciadores, etc.), mas também os vemos nos comparadores de preços, nos sites de descontos e de cashback,  nas bases de dados para emailing. Graças à afiliação, você pode aumentar a sua taxa de nova compra, de conversão e de novos clientes.

Aumente a visibilidade da sua marca com a publicidade online

A publicidade display é uma alavanca de branding eficaz. Existem vários formatos consoante o tamanho e o local, que podem ir do simples banner à apresentação de sites. Para destacar-se num mercado concorrido, o display é uma boa prática para promover segurança e confiança. É uma estratégia que funciona tanto em desktop como em telemóvel, e que gere o tracking cross-device para acompanhar o percurso dos seus clientes em múltiplos canais simultaneamente.

A publicidade online também funciona através da publicidade nativa que utiliza os códigos e a linha editorial de outro site. O conteúdo é pertinente, personalizado, anti-Adblock e não intrusivo.

Mantenha contacto com o email marketing 

Apesar das aplicações, das redes sociais e dos serviços de correio privados, o e-mail continua a ser a maneira mais fácil e rápida para mantê-lo em contacto com os seus prospects e clientes.  Pode enviar informações personalizadas à sua base de dados consoante as suas ofertas atuais e inserir endereços de e-mail opt-in e dados desduplicados de parceiros.  O importante é cumprir as regras europeias do RGPD.

Todas as ações são rastreadas a partir de um e-mail (abertura, clique, localização, etc.). É também um sistema de desempenho, uma vez que o anunciante só paga pelas aberturas de e-mail.

Drive-to-store : gere tráfego para pontos de venda

Divulgue as suas lojas e os seus postos de venda graças à publicidade móvel! De facto, a maioria dos consumidores consulta no telemóvel a disponibilidade do produto desejado na loja mais próxima antes de deslocar-se. Portanto, é preciso investir no referenciamento local, nas aplicações móveis geolocalizadas e nas tecnologias capazes de aproximar os dados online e offline.

Entre as boas práticas do marketing drive-to-store, podemos destacar os SMS para enviar códigos promocionais às pessoas que estão na sua área de influência, ou a publicidade direcionada e geolocalizada nas redes sociais.

Marketing de influência

É uma alavanca de marketing que conecta anunciantes e influenciadores que tenham afinidade com uma marca ou um setor de atividade.  Cada influenciador pode partilhar informações com a sua comunidade para promover uma marca, um produto ou um universo. Devido ao excesso de codificação, as marcas dão carta-branca aos influenciadores para contribuírem com a sua criatividade para os códigos em vigor.

Consoante as informações partilhadas, podemos acompanhar e calcular o ROI das campanhas, o compromisso social, as partilhas, as novas subscrições, etc. Se o marketing de influência é comum em B2C, ele desenvolve-se também em B2B. As redes e as mensagens são diferentes, mas o princípio é o mesmo com consultores, investigadores, oradores, personalidades de economia e política, etc.

Um regresso às aulas eficaz no plano de marketing requer a ativação de uma variedade de alavancas que funcionam em sinergia umas com as outras. Entre branding, marketing de desempenho, geolocalização e influência, a convergência das abordagens permite reunir o melhor da tecnologia e da relação humana para uma experiência única com os clientes. Contacte-nos para obter mais informações ou confiar-nos o seu projeto para um regresso às aulas fantástico!

O marketing de afiliação é uma eficaz alavanca de marketing e comércio baseada na relação entre um publisher e um anunciante. Este modelo, focado no desempenho puro, permite criar uma parceria duradoura para promover um produto ou um serviço, tanto em B2C como em B2B. Se é um ator exclusivo da venda online ou apenas um canal entre muitos outros, o marketing de afiliação é uma estratégia pouco dispendiosa, bastante rentável e contribui para aumentar as suas vendas e desenvolver o seu branding. Explicações.

A afiliação: regresso aos princípios básicos

Produtor de conteúdos e editor que desenvolvem conhecimentos especializados sobre um tema específico através de um blog, um site, vídeos ou publicações regulares nas redes socias são promotores interessantes para os anunciantes. Estes últimos podem colaborar com eles para divulgar as suas ofertas e pagar os publishers para as conversões geradas. É um modelo de estratégia de desempenho. Os anunciantes pagam apenas em função dos principais objetivos: um clique, uma compra, um download (livro branco, aplicação móvel…), uma subscrição de uma newsletter, etc.

O anunciante confia a terceiros a responsabilidade de valorizar a marca ou o produto. Pode ser um site de notícias, um blog, um microinfluenciador nas redes sociais, um comparador de preços, um site de descontos, etc. A monetização desta audiência pemite que o editor financie o seu conteúdo e os seus projetos de desenvolvimento. Para o anunciante, é a garantia de uma audiência qualificada.

O afiliado faz a promoção da marca utilizando diversos meios, como newsletters dirigidas à sua comunidade, conteúdo nativo, vídeos, banners, etc.

Conselhos e boas práticas para uma estratégia de afiliação eficaz

marketing de afiliação não é difícil de implementar se você tem bons interlocutores. Para poupar tempo, existem agências especializadas que desempenham o papel de intermediários entre editores e anunciantes para oferecer serviços de acompanhamento personalizados e a implementação de uma tecnologia eficaz.

Para os publishers

Aposte no conteúdo perene

É preferível gastar mais tempo com um texto de qualidade. Assim, poderá ser alterado e atualizado posteriormente a criar conteúdos de baixo custo, curtos e de pouca qualidade.  Este conteúdo perene abrange análises e temas de maior qualidade, mais aprofundados e mais interessantes para os seus leitores.  Eles respondem também a pesquisas comuns e genéricas em motores de busca.

Escreva mensagens esmeradas

Para criar uma relação de confiança. é preciso que o anunciante queira trabalhar consigo. Portanto, é preciso ter:

As mensagens partilhadas são a montra do afiliado. Quanto mais esmeradas forem, mais curiosidade terão os leitores.

Seja coerente

A sua comunidade acompanha o seu conteúdo. De fato, ele corresponde a uma especialidade ou a um nicho preciso. Se a sua especialidade é música, não faça a promoção de bilhetes de avião ou de seguro automóvel! Então é tentador querer monetizar a sua audiência, mas se exagerar, esta última pode ser volátil e abandoná-lo.  Para o editor, a busca do equilíbrio entre conteúdo natural e conteúdo afiliado deve ser constante.

Para os anunciantes

Facilite o trabalho dos publishers

Partilhe o máximo de informações e conteúdos prontos a usar:

Quanto menos fastidioso o trabalho dos publishers, mais dispostos estarão estes a partilhar a sua oferta. Tanto mais que nem todos conhecem a sua oferta.  A escolha das palavras é importante. Mais vale poupar tempo com conteúdos imediatamente utilizáveis e fáceis de compreender.

Diversifique as ofertas

Algumas ofertas têm uma duração de vida curta. É particularmente o caso para períodos comerciais específicos como os Saldos, as festas de fim de ano, o regresso às aulas, etc. Deve renovar com frequência tanto os conteúdos quanto os canais de comunicação. O que permite ganhar visibilidade e não cansar a sua audiência.

Seja transparente

Uma relação com um afiliado vai além de uma relação entre um cliente e um fornecedor. Antes de tudo, deve ser uma parceria de confiança. Informe previamente o valor das comissões, do prazo de pagamento, etc.  Para o anunciante, cuidar bem da sua rede de publishers deve ser tão importante quanto cuidar bem dos seus clientes.

Alavanca para o desempenho comercial, acelerador de negócios, facilitador de contactos e catalisador de criatividade, o marketing de afiliação é uma ferramenta indispensável na sua caixa de ferramentas. Ele recompensa o investimento pessoal dos publishers, é não intrusivo, personalizado e comprometido com o desempenho. Quer você seja anunciante ou editor, omarketing de afiliação constitui uma abordagem vencedor-vencedor.

Se desejar confiar-nos a sua próxima campanha ou registar o seu site, aplicação móvel, base de dados ou as suas redes sociais, contacte-nos!

Como gerar mais vendas no verão? Ah, o verão… a praia, as cigarras, o sol, os serões com amigos, a boa vida… Concorda que estamos longe da confusão e da energia do mundo dos negócios, certo? No entanto, esta pausa de verão tende a não marcar necessariamente um momento descontraído onde os negócios estão em marcha lenta. Mesmo no verão, os consumidores compram e as empresas devem investir para alcançar os seus objetivos. Até alguns setores de atividade, como o desporto, o bem-estar, o turismo, a formação, os serviços a particulares e as empresas continuam a funcionar. Mas, como o ritmo é, muitas vezes, mais calmo, é precisamente o momento certo para estar presente, recuperar quotas de mercado e apresentar-se a novos clientes que poderão tornar-se embaixadores fiéis. Analisemos esta questão em conjunto.

Saldos de verão: um momento incontornável

Todo o mês de julho vai ser submetido a um ritmo intenso. Entre desarmazenagem, novas baixas de preços e preparação da nova temporada para os mais cautelosos que querem evitar as multidões, julho é um mês propício para bons negócios e também para gerar mais vendas no seu Website. Este período também é preparado online com ofertas especiais para os “pure-players” do digital ou empresas eletrónicas que apostam na opção omnicanal para impulsionar as vendas.

Além de que a atualidade continua a ser responsável pelos newsjackers. Volta à França, resultados de exames, festivais de música, eventos culturais… estes são alguns dos conteúdos que podem ser criados para aumentar a sua comunidade durante e em torno do período de saldos.

Desmaterialize e adapte as suas ofertas

Dizemos, muitas vezes, que os clientes não estão facilmente contactáveis durante as férias. Mas, como no resto do ano, nunca largam o smartphone, até mesmo na praia. É, por isso, o momento de se dar a conhecer através de campanhas digitais. Nas redes sociais, com campanhas de afiliação, de influência, de SEA, etc. Há muitas maneiras de alcançar os utilizadores da Internet móvel em férias e, por isso, de gerar mais vendas.

Com a geolocalização, pode segmentar com precisão as pessoas que estão numa determinada região. É também ocasião de personalizar a sua publicidade em função do local onde os seus potenciais clientes se encontram. Para as empresas locais, é a oportunidade perfeita para atraírem turistas para as suas lojas e estabelecimentos e, assim, criarem campanhas drive-to-store.

Por outro lado, com um Website bem pensado, é possível efetuar uma encomenda a partir de um telefone em apenas alguns segundos. Até o pagamento pode ser automatizado com soluções como Apple Pay. Para as aplicações móveis, é uma alavanca importante para simplificar o percurso do consumidor, independentemente do local onde este se encontra. Pode até ir mais longe: e se fizer as entregas nos locais de férias dos seus clientes?

O B2B em marcha lenta… ou não

É verdade que as empresas podem sofrer um decréscimo de atividade no verão… mas tal não acontece com os gestores e os tomadores de decisões. Descansam, mas nunca se desligam completamente. Relaxam, mas aproveitam o tempo livre para porem as leituras em dia. É, por isso, necessário coordenar adequadamente o marketing para propor um conteúdo do tipo “summer edition“, de modo a passar as suas mensagens B2B através de documentos técnicos, revistas e até mesmo de conteúdo em versão em papel. Educar, evangelizar, partilhar boas ideias… estas são as alavancas que darão frutos no início da nova temporada e que vão gerar mais vendas no seu Website no verão.

Automatize e programe as suas campanhas

Ao trabalhar com uma agência, mesmo quando vai de férias, os seus anúncios continuarão a ser divulgados. Pode liberar a sua equipa de marketing e comercial… os clientes continuarão a chegar. Também é possível planear e programar as suas campanhas com antecedência, de modo a não estar completamente ausente da situação e a não deixar o campo livre para a concorrência. Também é importante que o serviço ao cliente esteja sempre contactável para responder às consultas e às perguntas dos clientes. A equipa de marketing pode relaxar para voltar à forma no início da nova temporada. A Kwanko oferece a possibilidade de programar o lançamento das suas campanhas publicitárias! Para saber mais, preencha um pedido de contacto aqui!

Planeie as suas campanhas de início da nova temporada

Às vezes, o início da nova temporada é preparado bastante cedo. Em especial, quando há filhos. Antecipa para refinar as suas ofertas, as suas campanhas e preparar a atualização do seu Website. O início de setembro marca, muitas vezes, o início de um novo ciclo. As vezes, é mais importante do que o início de janeiro e muitas marcas beneficiam disso. Beleza, desporto, estilo de vida, decoração, viagens, saúde, turismo e até mesmo seguros e produtos financeiros. Uma ocasião para voltar a fazer o ponto da situação relativamente às suas necessidades e para recuperar o controlo.

O verão é um período crucial que marca, muitas vezes, uma renovação entre duas estações. Mas, ao contrário das aparências, trata-se também de um período que pode ser atarefado para os mais oportunistas. Pois, no momento em que decide retirar-se, a concorrência pode aproveitar-se da situação. Assim, não espere mais para gerar mais vendas do que a concorrência com a equipa Kwanko!

 

Na internet, se o conteúdo é importante, o visual é-o ainda mais. Imagens, gráficos, fotografias, animações… cada visual deve ser particularmente limpo. E se há um domínio onde essa afirmação é ainda mais verdadeira, é na publicidade online. Os banners são ferramentas muito relevantes para trabalhar o seu branding, fazer geração de leads ou marketing de afiliados. Mas criar os banners perfeitos não pode ser improvisado. Deve assegurar-se de que trabalha o fundo e a forma para chamar a atenção do utilizador, tornar visível a marca ou o produto e criar confiança, sendo o menos intrusivo possível. Explicamos-lhe como fazê-lo.

Imagine um design que se destaque

O seu banner deve refletir a imagem da sua marca e atrair a atenção dos utilizadores. Para consegui-lo, recomenda-se privilegiar as imagens e fotografias únicas e de qualidade. Sempre que possível, limite a utilização dos bancos de imagens, cujas imagens são muito padronizadas e fáceis de localizar. Quanto mais a produção estiver alinhada com os seu gráficos, os seus valores e o seu posicionamento, mais eficaz será a sua publicidade. Desta forma pode jogar com as cores sem se esquecer de mostrar o seu logótipo.

Temos também de encontrar o equilíbrio certo entre a qualidade do visual e as características técnicas. Para ser eficaz, o banner deve carregar-se rapidamente. Mas tal não deve acontecer em detrimento de um ficheiro pixelizado ou difuso.

Finalmente, os seus banners podem ser fixos ou animados. Se forem animados, aposte na sobriedade: a era das páginas da internet tipo “árvore de Natal” já passou.

Aprimore o seu texto

Num banner, é necessário dizer muito em poucas palavras. O texto deve ser claro e conciso. No Facebook, por exemplo, não deve ocupar mais de 20% do espaço do anúncio. E é uma dica que também pode aplicar-se a todos os banners. Aqui, sem longos discursos, devemos ir ao essencial.

Pode também adaptar o seu texto de acordo com o contexto do banner. O conteúdo de um anúncio nas redes sociais deve ser diferente daquele que aparece num blog ou no site de um grande editor, por exemplo. Pode-se também alterar o texto de acordo com a etapa de desenvolvimento das vendas. A abordagem pode ser mais geral no início do percurso e mais específica quando exibida em sites especializados.

Finalmente, última obrigação: leia novamente! Num banner publicitário, os erros de ortografia são imperdoáveis, correndo o risco de desacreditarem a sua marca. Certifique-se de que a sua mensagem é bem entendida. E se a mesma tiver elementos humorísticos ou provocativos, teste a sua mensagem com antecedência, porque nem todos têm as mesmas referências culturais.

Otimize os seus CTA

O seu call-to-action é o botão que deve fazê-lo querer clicar no banner. É graças a esse botão que podemos medir o impacto da campanha. O objetivo não é necessariamente incentivar a compra, mas fazer com que o utilizador se interesse pela sua marca. Pode, portanto, variar as formulações do tipo “descobrir”, “registo”, “teste gratuito”, “mais informações”, etc.

Pode também adaptar o seu CTA de acordo com as suas interações. Por exemplo, um CTA será diferente, dependendo se estiver a abordar uma perspetiva pela primeira vez, se estiver a redirecionar ou a utilizá-lo como parte de uma campanha de publicidade de desempenho.

Para medir o desempenho do banner, cada link deve ser mensurável. É um KPI importante de forma a saber se o seu banner é relevante. Com o acompanhamento de cliques, saberá qual CTA funciona melhor. E em caso de hesitação, o teste A/B é uma ferramenta muito poderosa para otimizar os seus banners e testar novas mensagens.

Adapte o seu banner a diferentes formatos

Nem todos os banners medem o mesmo tamanho. Alguns podem ser altos, quadrados ou compridos. Isto significa que é necessário reservar algum tempo para reajustar o conteúdo do banner conforme necessário. Em alguns casos, o visual pode nem funcionar devido a problemas de layout. Dito isto, não hesite em deixar uma folha limpa, ao invés de forçar para tudo ter em detrimento do resultado final.

Criar banners perfeitos para uma campanha publicitária é um trabalho de precisão que não deve ser subestimado. Cada detalhe conta e, se houver modelos disponíveis online, será difícil ter uma renderização perfeitamente personalizada. É por isso que sempre será mais eficiente trabalhar com designers profissionais (internos ou externos à sua organização) que terão uma nova visão do seu problema.  Oferecemos os serviços do nosso estúdio gráfico. Se quiser redesenhar os seus banners ou criar banners  a partir do zero, entre em contacto connosco !

Os Saldos de verão  marcam um ponto de viragem importante no calendário comercial dos anunciantes. Se originalmente eram dedicados principalmente aos têxteis e pronto-a-vestir, hoje, após vários anos, ocupam uma parte inteira da economia. De empréstimos bancários a carros, passando por software, equipamentos para a casa, decoração ou bem-estar, todas as marcas tornam os Saldos numa alavanca promocional. O objetivo? Atrair novos clientes, fidelizar os clientes existentes e aumentar o cesto médio ao esvaziar o stock.

Atualize e monitorize o seu catálogo de produtos

É ele quem define o que vender, quando e a que preço. O seu catálogo deve estar perfeitamente atualizado, porque contém todas as informações-chave que seguem para os editores. Pode também ajustá-lo em tempo-real, tendo como base o desempenho das vendas. Se um produto vender mais do que outro, poderá investir um pouco mais por um período limitado. Aproveite para verificar a qualidade do seu catálogo: imagens, descrições, títulos, referências… tudo deve ser o mais claro possível, com dados únicos e sem informações duplicadas ou erradas.

Crie e partilhe os visuais relevantes e eficientes

Trabalhar com os editores é sempre vantajoso para ambas as partes. Para isso, é necessário simplificar a vida dos seus editores para que possam concentrar-se no seu trabalho e tentar atrair novos clientes. É por isso que é necessário transmitir dados e conteúdos fáceis de gerir e integrar. Podem assumir a forma de kits e-mail, anúncios, elementos de linguagem, argumentos comerciais, etc. O que importa é tratar da substância e forma. O design está ao serviço da mensagem. O tempo investido na preparação será rapidamente recompensado assim que a campanha for lançada.

Gerir as diferentes reduções de preços

Durante os  Saldos, os preços mudam com frequência. Podemos começar com -20% e depois oferecer -30% ou -40% duas semanas depois. Deve ser capaz de ser ágil de forma a reagir rapidamente e antecipar todos os cenários de vendas. A gestão dos seus stocks deve ser precisa e eficiente. As suas campanhas promocionais devem estar imediatamente operacionais e o seu processo interno de validação deve ser fluido para evitar perdas de tempo. Pode também incorporar códigos promocionais para os serviços complementares. Estes serão adicionados às promoções atuais (entrega gratuita, devolução gratuita, seguro incluído, etc.).

Otimize os seus kits e-mail

O e-mail continua a ser a forma de comunicação preferida entre um afiliado e a sua comunidade. Para fazê-lo, precisa de enviar todos os elementos para que estejam prontos a usar. Cuide dos visuais, seja inspirador, teste o rendimento em todas as plataformas, acompanhe todos os links e monitorize o desempenho das campanhas de e-mail em tempo-real. Pode transmitir um arquivo HTML com imagens hospedadas no seu servidor para otimizar os tempos de carregamento. Os seus kits e-mail devem estar perfeitamente adaptados ao telemóvel para que funcione em todas as plataformas. Por fim, pode incentivar o teste A/B para otimizar as campanhas.

Encontre o parceiro certo

Gerir uma campanha de afiliação por si mesmo pode ser demorado e cansativo. É bastante mais eficiente confiar esse trabalho a uma agência profissional. Para saber qual escolher, é necessário saber como fazer as perguntas certas: quantos editores tem na sua rede? Em que países estão presentes? Já têm experiência no seu setor de atividade? Oferecem uma tecnologia fiável para gerir as campanhas? Terá um acompanhamento eficaz? É com base nestas respostas que poderá ocorrer uma escolha de um parceiro de confiança.

Os Saldos de verão não são apenas aplicados nas lojas. É online que a batalha pode ser a mais feroz devido à competição implacável e do tempo-real imposto pelo comércio online. Deve considerar os seus editores como os seus parceiros de negócios. São os transmissores da sua marca na plataforma (virtual) e quanto mais ficarem convencidos da sua oferta e a da sua marca, mais conseguem ser eficazes. Consulte a nossa equipa de especialistas para responder aos seus projetos!

Para divulgar os seus produtos e serviços, gasta muito dinheiro ao criar campanhas de marketing que devem ser eficazes e pertinentes. Mas como avaliar realmente com precisão o ROI das suas ações? Como saber se o seu investimento no Google AdWords é mais rentável do que o investimento efetuado no Facebook, por exemplo? Tem a certeza de que as suas campanhas de marketing por email ou de afiliação foram as únicas acionadoras da conversão? Face a esta questão complexa, os modelos de atribuição tentam desvendar os mistérios do percurso do cliente para identificar e otimizar o caminho que o levou a tomar uma decisão de compra.

Por que motivo interessar-se pela implementação de um modelo de atribuição?

A atribuição é um método estratégico que avalia a eficácia respetiva dos seus diversos canais e dos seus pontos de contacto nos caminhos de conversão escolhidos pelos seus clientes. Ou, num ambiente hiperfragmentado, nunca é fácil saber quais foram os passos escolhidos finalmente pelo cliente. Tal pode ser muito gradual, bem como muito repentino, de acordo com as necessidades e as expetativas expressas ou não.

Os modelos de atribuição permitem otimizar a sua estratégia de marketing e repartir melhor as suas despesas por canais em função da sua eficácia. O objetivo não é estar em todo o lado, a todo o momento, mas, pelo contrário, investir onde é realmente pertinente de acordo com os seus produtos, ofertas e perfis dos clientes. Para isso, um modelo de atribuição permite pontuar os seus canais de acordo com o impacto que tiveram sobre a conversão. Em suma: por que motivo é que um cliente decidiu comprar um produto? Trata-se de uma decisão que não é linear e que depende de muitos fatores. E é aí que as coisas ficam complicadas, visto que traçar delicadamente uma tomada de decisão inclui sempre um elemento de aleatoriedade.

Os diferentes modelos de atribuição

Existem muitos modelos de atribuição diferentes. Apresentamos aqui os mais conhecidos e os mais utilizados. Spoiler: nenhum deles é realmente 100% eficaz.

O modelo do último clique

Este é o mais tradicional e um dos mais utilizados, especialmente em afiliação. Este modelo consiste em atribuir a conversão ao último clique registado. É um modelo muito básico, pois uma conversão é sempre precedida por diversas interações com uma marca. Apostar apenas no último clique nunca lhe dará uma visão global do percurso do cliente.

O modelo do primeiro clique

Este modelo atribui todo o mérito da conversão ao primeiro ponto de contacto. É simples, mas muito imperfeito, pois é apenas o início de um longo percurso que pode envolver muitas outras áreas de influência. Não é porque um visitante clica num anúncio do Facebook que este é o único acionador da venda.

A atribuição linear

Uma vez que cada conversão envolve vários canais, a atribuição linear uniformiza todos estes canais de forma idêntica. A conversão é então distribuída igualmente entre os vários canais que intervêm no processo de conversão. Este modelo tem a vantagem de integrar o fator omnicanal na análise, mas a sua distribuição é arbitrária. Para a atribuição linear, cada canal tem o mesmo valor.

A atribuição consoante a localização no percurso

Este modelo tem em consideração todos os pontos de contacto, mas dá mais valor aos que estão mais próximos da conversão. É um modelo útil no sentido de que estima que as etapas finais são aquelas que são mais importantes em detrimento da fase de descoberta. É uma premissa com alguma lógica, embora dificilmente forneça valor às etapas iniciais.

A atribuição parabólica

É um modelo que enfatiza a importância do primeiro e do último canal do caminho de conversão. O primeiro porque se trata da descoberta da marca, o último porque é este que ocorre imediatamente antes da conversão e que pode ter influenciado o ato de compra. Todos os canais intermédios são uniformizados. Trata-se de um modelo híbrido entre o primeiro clique, o último clique e o linear.

A análise contributiva pode responder à ideia preconcebida da atribuição?

A análise contributiva permite teoricamente analisar o desempenho de todas as alavancas durante todo o percurso de compra. Podemos saber quais as que tiveram um peso maior e mais impacto. É um modelo baseado nos dados que evita a maioria dos erros de atribuição clássica, ao uniformizar o percurso. A análise contributiva torna a atribuição menos arbitrária com uma melhor segmentação dos intervenientes. Existem quatro grandes tipos de intervenientes:

Os modelos de atribuição são tão úteis quanto complexos e implicam um amplo conhecimento da experiência do utilizador e dos percursos dos clientes. Tomar decisões sobre um modelo imperfeito ou arbitrário pode ser perigoso a longo prazo. É por isso que é importante dedicar algum tempo a aperfeiçoar a implementação do seu modelo com os profissionais de dados e do marketing da Web. Quer saber mais? Descubra a nossa ferramenta de atribuição inteligente, a atribuição SMART!

Nas lojas físicas, tal como na Web, a pressão da concorrência é constante. A pesquisa e a qualificação de potenciais clientes estão nas prioridades dos profissionais de marketing. Tal e qual como um visitante pode passar e voltar a passar na rua, à frente de uma montra cuidadosamente organizada, a versão digital impõe uma abordagem diferente para tentar capturar o visitante inconstante. E, quanto a isso, o retargeting é uma estratégia muito eficaz para aumentar a taxa de conversão, reduzir a pressão financeira sobre os objetivos de aquisição e otimizar a experiência do cliente.

Como definir o acionador para um retargeting eficaz

O acionador é a ação que dará início ao processo de retargeting. É possível criar tantas campanhas de retargeting quanto o número de acionadores existentes. O que importa é personalizar a relação entre a ação e a mensagem. Por exemplo, não transmitiremos a mesma informação se um utilizador permanecer numa página de uma categoria durante cerca de vinte segundos, em relação ao que passará quatro minutos em várias páginas de produtos da mesma categoria.

Por isso, é essencial definir corretamente os acionadores. Aplicar o retargeting a cada passagem no Website – incluindo para quem permanece 10 segundos na página inicial – não é uma prática adequada. Não só vai gastar o orçamento desnecessariamente, mas, além disso, o utilizador pode sentir-se perseguido e seguido, o que não é necessariamente agradável.

Embora existam vários acionadores possíveis, para uma campanha eficaz, pode escolher:

Um carrinho não validado

Um utilizador (identificado ou não) que adiciona produtos ao carrinho, mas que não vai até ao fim do processo de compra.

Uma visita demorada

Numa página ou num conjunto de páginas, que se pode medir pelo tempo consagrado ao conteúdo, os links clicados ou o número de páginas visitadas.

Uma visita que varia de acordo com a origem

Publicidade, afiliação, redes sociais, etc.

Uma campanha de retargeting pode começar alguns minutos ou vários dias após o acionador. Trata-se de um critério importante, pois está diretamente associado ao objetivo da visita: quando uma visita a um blogue não requer uma ação imediata, um carrinho não validado poderia, por exemplo, ser redirecionado nas 36 a 48 horas que se seguem. Por outro lado, se o carrinho inclui um produto imediatamente efémero (um bilhete de comboio ou de avião para uma data próxima, ou uma operação especial prestes a ser concluída, por exemplo), nada impede que inicie a sua campanha nas próximas horas.

Retargeting: que mensagens transmitir?

A criação de publicidade associada ao retargeting é efetuada de modo automático. No caso de um Website de e-commerce, associamos um modelo pré-existente ao conteúdo de um catálogo que contém os produtos consultados. Quando este último contém milhares de referências, o anunciante pode então selecionar apenas determinadas categorias de produtos, tais como aqueles cujos stocks são mais importantes ou cuja venda gera mais margem.

O trabalho de criação e de design deve ser levado a cabo de modo a transmitir a mensagem certa à pessoa certa. Alguns cenários de retargeting podem também incluir informações sobre os utilizadores, caso sejam conhecidas: se um homem visita uma secção do Website dedicada às mulheres, é legítimo imaginar que está à procura de um presente. O retargeting pode concentrar-se na valorização de um guia de compras ou de conselhos práticos, e não no produto como tal.

Práticas recomendadas do retargeting para os anunciantes

Variar o retargeting

Existem várias formas de retargeting, como:

Definir o potencial cliente com pertinência

A partir de um Website comercial, quanto mais intensa for a página visitada, mais eficaz é o retargeting. É mais pertinente redirecionar um utilizador que passa mais tempo numa página do produto, do que na página inicial. Também pode criar campanhas de retargeting inteligentes a partir dos dados sociodemográficos apresentados. Esta é uma boa forma de transmitir a mensagem certa ao perfil certo.

Por fim, tenha em atenção para não ser muito específico no retargeting. Na verdade, o risco real é criar uma sensação de tracking que pode ser devastadora. Quando age com ponderação, arruína uma relação potencial com um potencial cliente. O retargeting deve ser utilizado para criar uma relação, não para incomodar os seus potenciais clientes!

Ferramenta estratégica para impulsionar as vendas, o retargeting deve ser utilizado com precisão e inteligência. As variáveis e a subtileza de ajuste são tão importantes, que é necessário conhecer bem todos os pormenores antes de iniciar. Por fim, uma última precisão puramente semântica. Por vezes, falamos também de remarketing e isso pode ser confuso. Na verdade, trata-se de uma especificidade do Google que nomeou a sua solução de retargeting “remarketing”, mas o princípio é o mesmo.

A nossa equipa de especialistas em gestão de programas baseada no desempenho é capaz de acompanhá-lo nesta alavanca de transformação. Entre em contacto para saber mais!

É impossível ignorar os sites com boas ofertas para quem é e-comerciante. Ambos são motores de crescimento e fontes de tráfego com um grande impacto nas vendas online. Um estudo da CPA mostra que 53% dos utilizadores abandonam o carrinho se não encontraram um código promocional ao validar a sua compra. Ignorar os sites com boas ofertas para as marcas, significa correr o risco de evitar uma tipologia de afiliados que pode ter um impacto real nos seus objetivos de vendas. Passamos a explicar-lhe.

Quem se esconde por detrás dos sites com boas promoções?

Por detrás do termo “sites com boas ofertas“, encontramos uma grande variedade de ofertas e métodos. Os mais conhecidos são cashback, os códigos de promoção e as boas ofertas. 

O estudo da CPA aponta que esses sites fornecem um tráfego considerável para os e-comerciantes, já que 50% dos utilizadores não vêm do site comercial do anunciante ao fazer o pedido e preferem passar por diferentes locais como blogs, comparadores de preços, sites de cashback, etc.

Relativamente aos sites de códigos promocionais, os mesmos geram 37% do total de vendas para os anunciantes.

Porquê prestar atenção aos sites com boas ofertas para os vendedores online?

Os anunciantes nem sempre veem com bons olhos os sites com boa ofertas. As razões geralmente estão relacionadas com o medo de profanar o produto ou o serviço numa lógica de declínio no alcance. No entanto, não são as marcas de menor prestígio que incluem os sites com boas promoções na sua estratégia de vendas: Apple, Canon, Galeries Lafayette, Lancome, Clarins, Emirados… para citar alguns exemplos.

Ao alcançar o maior número possível de pessoas, os sites com boas ofertas estão a realizar uma enorme quantidade de trabalho de marketing ao serviço dos sites de venda online. Podem alcançar uma comunidade grande e fiel, pronta a partilhar boas informações online e comentar sobre a experiência. Para as marcas, é um importante motor de crescimento.

O segredo para os anunciantes é encontrar o equilíbrio certo entre as ofertas para anunciar nos sites com boas ofertas e as ofertas que devem permanecer no canal de vendas tradicional. Fim de stock, produto no final da coleção, avião ou hotel meio vazio, oferta bancária de forma a conquistar um novo cliente antes da fidelização, excedente de stock… as estratégias são diversas, mas os resultados estão no mesmo patamar, dado o grande volume.

A suas ofertas tornam-se mais visíveis, ganha novos clientes que serão possíveis de fidelizar mais tarde, aumenta o seu cesto médio e pode também fazer mais vendas e vendas cruzadas. Se não fazem tudo, estes sites, no entanto, participam na sua dinâmica de vendas.

O sucesso nos sites com boas ofertas exige consistência e uma certa regularidade: quando o número de ofertas promocionais na sua marca é inferior a dois, 81% das visitas acabam na página de outro comerciante, de acordo com o estudo da CPA. A renovação regular de ofertas de cashback, dicas e códigos promocionais pode aumentar a visibilidade e fidelizar uma clientela específica, sensível ao esforço financeiro feito pelo anunciante.

Salvo algumas exceções, os sites com boas ofertas não precisam de acolher a integralidade da sua oferta. O processo deve ser dominado para gerar valor aos olhos dos seus novos clientes. É um canal de vendas e distribuição específico que agrega todos os outros e abre novas perspetivas para otimizar o seu ROI e aumentar as suas vendas online.

A nossa equipa Kwanko pode ajudá-lo a criar um programa de afiliados e, claro, trabalhar com boas ofertas e códigos promocionais. Confira as nossas ofertas e entre em contacto com a nossa equipa para mais informações.